Wrath of the Righteous 1 e 2


Devido a alguns problemas eu acabei fechando a mesa A Queda dos Mundos. Decidi então continuar apenas com Wrath of the Righteous, mas com 2 grupos em dias/horários diferentes.

Wrath of the Righteous 1

  • Requisitos: Um microfone razoável e um lugar com pouca interferência no som é desejável.
  • Data/Horário: Sábado-21:00 até 00:00
  • Periodicidade:Semanal
  • Número de vagas disponíveis: 0
    *Critérios de Seleção: Me fale um pouco sobre que tipo de personagem você quer montar

Wrath of the Righteous 2

  • Requisitos: Um microfone razoável e um lugar com pouca interferência no som é desejável.
  • Data/Horário: Terça-20:00 até 23:00
  • Periodicidade:Semanal
  • Número de vagas disponíveis: 3
    *Critérios de Seleção: Me fale um pouco sobre que tipo de personagem você quer montar
    Ao responder, por favor indique em qual mesa deseja jogar e inclua o uma quantidade razoável de informação sobre você e os assuntos mencionados nos requisitos.!
5 Likes

Olá! Meu nome é Allisson tenho 27 anos.
Tenho interesse em Wrath of the righteous. Conheço o sistema.

Nome: Chris Adler
Classe: Skald com arquétipo War drummer
Raça: Meio Orc
Idade: 23
Alinhamento: Caótico Bom

Historia: Criado entre os humanos, nunca teve problemas em se relacionar com eles. Aos 19 entrou para a Milicia da vila onde morava pois a mãe morreu quando ele ainda era jovem, e seu pai, que também era um meio orc não conseguia trabalhos de carpinteiro com facilidade.
Quando ouviu sobre a cidade de Kenabres, resolveu que iria se alistar para as forças de combate e usar tudo o que sabia para ajudar na luta contra os demônios.

Skald

1 Like

boa noite, eu tenho interece porém nunca joguei nesse sistema, com uns dias de leitura prometo me por a par

Que sistema e? Se fo o D&D5 tenho interesse de participa

O Sistema é Pathfinder

1 Like

Me adicione no discord e iremos conversar sobre o jogo.
Soturi#0130

Me adicione no discord e iremos conversar sobre o jogo.
Soturi#0130

Salve, Salve!

Jogador: Lucas, 26a, veterano (enferrujado) em Pathfinder.
Interesse no Wrath of the Righteous

Drakor, da Tribo dos Raptores

  • Druida [arquétipo druida dinossauro/sáurico]
  • povo lagarto
  • touched by divinity, [trait do Player’s guide, posso mudar]

História:
Drakor (filhote de dragão em dracônico) era apenas mais ovo que sobreviveu à sua ninhada de povo-lagarto, dentro da Floresta Estoviana (Estovian Forest) em Mudren.

Foi um filhote exemplar no seu clã, caçando, brigando por fêmeas e território, e, especialmente, aprendendo os antigos caminhos da selva, pelos xamãs, seu maior interesse, bem como os antigos ossos de dinossauros que encontrava.

Em todas as celebrações, Drakor sentia uma energia indomável sob os seus pés, e dentro de seu sangue. Havia algo antigo, poderoso e sagrado abaixo da floresta, e seus sonhos eram preenchidos com um mundo perdido com animais de força pura no subsolo de Mendev.

Tudo mudou quando a Chaga do Mundo se abriu. Não apenas surgiram demônios e cultistas perturbando a ordem natural das coisas, mas diversas criaturas emigraram para a Floresta Estovia fugindo da Chaga (como gigantes da taiga) abalando o equilíbrio natural.

Em uma noite escura, cultistas trajados em vermelho liderados por um demônio [ou cultistas que se encaixem melhor na aventura…], invadiram o recanto onde vivia a Tribo dos Raptores. Em questão de horas assassinaram ou capturaram todas as formas de vida do vale, incendiando tudo o que viam.

Os sobreviventes não tiveram uma sorte melhor - tornaram-se vítimas de sacrifício ritual para tentar abrir um pequeno portal para o Abismo.

Todavia, na parte final do ritual, Drakor, ainda preso a um dos postes, sentiu a energia verde da Floresta se revoltando a toda esta profanação, fluindo no sangue de cada xamã presente.

A energia resultante abriu um portal, não para o abismo, mas para o mundo perdido de Tolgruth(Deep Tolgruth), liberando um estampido de dinossauros de todas as formas que varreu o vale em fúria, esmagando quase todos os cultistas e abissais.

Quando Drakor se libertou, estendeu sua mão e tocou a primeira das criaturas, um Velociraptor, visões como as de seus sonhos inundaram a sua mente, e a natureza falou com ele. O equilíbrio da Floresta só voltaria com a derrota da Chaga do mundo.

Como o solitário Drakor faria isso? Ele não faz ideia, mas lutará para trazer o equilíbrio de volta à natureza seja ao lado de quem for.

É um recém chegado, que ainda desperta suspeitas em Kenabres com seu familiar Velociraptor, mas sua ferocidade e magias são inquestionavelmente úteis…

Me adicione no discord e iremos conversar sobre o jogo.
Soturi#0130

Tenho interesse em participar da Wrath of the Righteous, tenho 25 anos e conheço o sistema

Nome: Isarrel Lionheart
Classe: Wizard (Conjuration school, animal companion)
Raça: Humana
Idade: 24
Alinhamento: Neutral Good
História: Isarrel é uma humana que foi criado por elfos, eles ficaram surpresos ao ver que ela possuia dotes para a magia, então resolveram treina-la na arte da conjuração. Ela é bem tímida, e por conta disso quando terminavam suas aulas durante a noite ela ficava próxima a floresta olhando as criaturas, foi então que ela viu um filhote de morcego no chão quase morto, ela o pegou e cuidou dele, e mesmo após ter sido bem cuidado, o morcego não saia de perto dela, então Isarrel o chamou de Mosonow.
Durante suas aulas, os elfos falavam das cruzadas que se faziam no passado para derrotar os demônios, eles falavam que ela podia se juntar a essas forças para parar a vinda de demônios para nosso plano, ela se mostrava muito interessada e tentava ao máximo melhorar suas habilidades arcanas para ajudar a humanidade.

Me adicione no discord e iremos conversar sobre o jogo.
Soturi#0130

Ola gostaria de participar tenho 16 anos nunca joguei com esse sistema,montei uma ficha provisoria,quais quer erros posso alterar

Nome:Rafam
Classe:Sorcerer
Raça:Aarakocra
Idade:17
Alinhamento:chaotic evil

Historia:Quando Rafam tinha apenas 2 anos ele convivia com sua familia e seu cla,todos viviam felizes e sem preocupaçoes,Rafam em um dia comum resolveu sair de seu vilarejo para brincar na floresta,depois de horas ele resolveu voltar,quando ele retornou seu vilarejo foi destruido por um cla inimigo e entao foi procurar sua familia chegando em sua casa ele encontrou sua mae,pai e irmao decapitados a cena foi traumatizadora para uma pequena criança,ele se deitou no chao perto da cabeça de seu irmao e ouvio uma voz dizendo:nao desista.Rafam confuso se levantou e viu que nao tinha ninguem por perto ele começou a ficar preocupado mas entao ou viu de novo a mesma voz falando a mesma coisa,ele pensou que estava ficando louco e começou a gritar para ver se parava de escutar a voz porem cada vez mais auto o som da voz ficava,ele gritou tao alto que desmaiou,mas ele teve um sonho seu irmao estava la entao rafam disse:Irmao voce esta bem,onde voce esta?Seu irmao respondeu:fique calmo aqui ninguem pode te ferir so me prometa uma coisa esqueça de mim da nossa mae do nosso pai,porfavor faça isso voce vai conseguir.NAO DESISTA!!! Enquanto rafam estava desmaido um bruxo junto a guardas foram olhar se todos haviam cido mortos e entao encontraram o corpo de rafam porem acharam que eles estava morto mas entao o bruxo lançou uma magia para seu corpo se decompor mais rapido porem ele nao estava morto essa magia despertou algo em seu interior parecia uma pequena esfera de energia porem acada segundo ficava maior e maior ate que aconteceu uma explosao seu corpo ficou intacto porem o bruxo e os gardas começaram a apodrecer pouco a pouco depois de alguns segundos da exploçao rafam estava acordando com as ultimas palavras de seu irmao: nao desista.Quando ele acordou ele perdeu suas memorias mas por dentro alguma coisa fazia o lembrar de poucas coisas sobre seu irmao,rafam olhou a cabeça de seu irmao e de alguma maneira a reconhecia e o mais estranho a escutava ele pegou a cabeça do seu irmao e retirou seu cranio e levou consigo e começou a vagar pelo mundo. Rafam cresceu ja tinha seus 12 anos para sua raça ja era um adulto encontrou uma pequena cidade depois de vagar por anos a primeira coisa que ele foi fazer foi ir para uma taverna,la estava havendo uma briga por algum motivo e entao um anao resolveu bater em Rafam porem rafam quando foi se defender esticou a mao e saio um raio de fogo o anao ficou em chamas a taverna ficou olhando rafam,todos pegaram suas armas e apontaram para rafam o anao ja havia morrido rafam se sentiu tao bem,tao poderoso.Esse foi o primeiro contato que ele tinha tido com a magia,com medo as pessoas que estavam na taverna tentaram atacar rafam porem ele tinha descoberto seu poder entao começou a atirar fogo na taverna pouco a pouco a taverna estava desmoronando,ele depois de incendiar a taverna fugio,ele começou a ficar malvado pouco a pouco. Quando completou 15 anos tinha perdido seus sentimentos nao sentia amor,felicidade,tristeza e etc.nao sabia de quem era aquele cranio que ele carregava porem sabia que era de alguem importante,em umas de suas viagens ele chegou a uma cidade enorme linda com vendedores e bonitas casas,ele cansado resolveu ir a uma taverna mas sabendo de seus poderes tentou nao demonstrar sua força a ninguem,quando chegou comprou uma diaria em um quarto corpartilhado,chegando-la um homem estranho começou a mecher com rafam fazendo brincadeiras e palhaçadas,o homem para fazer uma piada resolveu pegar o cranio do irmao de rafam,e sem motivo algum rafam tinha virado uma fera parecia estar consumido atacou o homem sem dó ate ele morrer,depois que o homem morreu ele pegou o cranio e voltou ao normal entao olhou para o corpo e começou a rir rafam tinha gostado daquela sensaçao parecia que quando via alguem morto ele sentia algum sentimento.

Olá! Só para deixar claro, já que Aarakocra é uma raça de D&D, vamos jogar Pathfinder. Existem meios de se realizar a conversão então não seria um problema. O alinhamento Chaotic evil não se caixa na aventura, que é feita para personagens bons e neutros.