Wohirr: The War Of Fools

Olá a todos!

Bom, estou aqui pra informar sobre a minha campanha, falar do universo dela , no que ela se consiste/como funciona e por fim, mas tão importante quanto a área de inscrição.

A Campanha

Esta campanha se consiste muito na historia, não somente dos NPCs e da aventura, mas sim dos players. Um dos meus vários objetivos nesta campanha, além dela ter uma duração grande, é ter partes da aventura com foco no background de cada uma das personagens, no intuito de resolver seus passado, ter uma nova e intrigante aventura, conhecer seus personagens e party melhor, e tantas outras coisas. A historia é algo muito importante nesta jornada, mas meus objetivos são fazer algo divertido, intrigante e memorável para todos os meus players. Num resumo bobo; tentar fazer minha versão do Critical Roll

Sinopse

"No passado houve uma guerra que durou cerca de 100 anos. Guerra está que depois de tantos anos, aparentava não haver sentido em se manter nela, porém mesmo sem objetivo, ela se mantinha com firmeza. Depois de tanto sofrimento, um dos lados decidiu tomar uma decisão que aparentava ser a melhor no momento. Essa decisão envolvia em acordar feras. Feras que eram nomeadas de “Fragments”, que se mantinham nos seus sonos a milênios ou talvez até mesmo antes da terra ser criada, durante a guerra encontraram o refugio destas criaturas horrendas, porém nem tudo ocorreu como o planejado. Os que despertaram essas criaturas, não pensavam que os monstros, iriam atacar ambos os lados. Fazendo com que os inimigos se tornassem aliados, na tentativa de conter as bestas milenares, mas não detiveram sucesso. Se passou dias, meses ou talvez somente alguns minutos no calor da batalha, exaustos e descrédulos da vitória sem saber o que mais poderia ser feito para conter as monstruosidades. Tiveram a sua esperança renovada quando um certo mago apareceu. Ninguém sabia seu nome, ninguém sabia sua origem, só sabiam que ele apareceu e com um estalar de dedos eliminou as bestas, sumindo junto a elas. Agora Erland tenta se recuperar da guerra que já ocorreu há milênios, aguentar as alterações que tiveram e as diferenças mantidas. Entretanto os motivos da guerra, os motivos de preconceitos atuais e como tudo ocorreu ainda é um mistério…e eu ainda preciso encontrar aquele mago"

Assinado por Edmund Geras

Ano real: 2??? … ainda desconhecido

Universo

O universo da campanha ocorre em uma versão ''futurista" da terra onde já existia a magia. Sendo que depois da guerra, toda tecnologia do nosso mundo real foi quase inteiramente perdida, tendo poucos recursos restantes. O mundo da aventura , invés da tecnologia voltar a ser o foco de evolução e força, a magia e quem assumiu no seu lugar, tendo agora cidades inteiramente mágicas ou com grande poder nisso. Isto ocorreu, graças a enorme presença de magia, seres celestiais, demoníacos, bestiais e etc, durante a guerra.

Provavelmente você ira notar a presença de varias referencias dentro dos personagens, historias, lendas e vida da campanha. Isso vai ocorrer, pois pego muita inspiração de livros, series e coisas do meu cotidiano.

Inscrições

As inscrições serão feitas até o dia 03/06. E então farei uma seleção dos melhores personagens. Então seja criativo e divirta-se!
Mas lembre-se, nenhum personagem detém conhecimento sobre a guerra. E existe algumas tecnologias atuais no mundo, como celulares, televisões e navios voadores. Porém tecnologia muito avançada, pode ser considerada magia negra ou de sangue, ou seja, crime

Para você fazer seu personagem, sera necessário que você leia este post: O Mundo de Wohirr: a Guerra Dos Tolos. Porém recomendo que primeiro veja o que é pedidos para inscrição.
O que eu preciso por agora sobre a personagem é:

  • Raça (homebrew sujeito à aprovação)

Fala de personagem

“Todos nós somos iguais perante nosso deuses, todos somos migalhas num plano maior. Raça são só uma questão de aparência, etnia, genética pura e qual será o sangue que terá em meu machado. Por isso vivo dizendo que é só uma questão estética”_

Aletrha Mostana


  • Classe (Gunslienger, BloodHunter, Artificer são permitidas)

Fala de personagem

“Seja quem você quiser. Seja um daqueles magos idiotas, seja uma sábio da floresta, um bruto esfomeado ou como um deus das armas, igual aqueles tolos de Katalál”

Leonard Metcalfe


  • Background (História) Em seu Background de conter a informação, no qual fala onde você nasceu)

Fala de personagem

“Historias, o que são historias para vc? Uma princesa sendo salvo do alto da maior torre do reino, pelo seu príncipe encantado ou por um ogro? Bom meus caros, eu creio que não é isso, creio que historias são as melhores definição de vida, é a vida merece ser cantada…OHHHHHHHHH”

Fang Bontest


  • Alinhamento

Fala de personagem

“São loucos, são todos loucos!!! Os bondosos, gentis, maldoso e até os sem emoções. São todos loucos, principalmente aqueles que ousaram fazer esta guerra e os que tocaram neste livro”

Symond Archer


  • Personalidade

Fala de personagem

“Durante o dia, somos alguém que queremos mostra. Durante as noites solitárias, nos somos nos mesmos…Porém quem precisa se preocupar, a noite de hoje nos iremos festejar e beber como nunca, para sermos que somos toda a hora”

Antony Compton


  • Afiliações

Fala de personagem

“Tenha aliados e inimigos em todos os lugares, pois nunca se sabe quando vai precisar de uma ajuda ou roubar alguém”

Steve


  • Adventure Hook: seja boa ou ruim, qual a motivação da sua personagem em se aventurar e descobrir o continente de Erland?

Fala de personagem

“Aventura é algo que todos nós teremos alguma hora, seja ela emocionante ou não. Eu mesmo ainda não vivi minha aventura. Posso ter feito algo que poucos sonhariam, mas o preço que essas coisas tiveram não me agradam. Então eu como vários homens e mulheres, ainda terei meu puxão de aventura e algo no qual eu irei me orgulhar de feito…por exemplo me casar”

Hawke,O Campeão de Kirkwall


Detalhes da Mesa

Título: Wohirr: A Guerra dos Tolos

Sistema: D&D5E

Plataforma: Discord, Roll20

Requisitos: Faixa Etária +12, Microfone

Data/Horário: Sexta-Feira das 21h30 até quando der

Periodicidade: Semanal

Duração: Campanha

Vagas: 4 a 6 vagas disponíveis

5 Likes
  • Raça:
    • Tiefling
  • Classe:
    • BloodHunter
  • Background:
    • Adrian foi escolhido dês do nascimento para ser um caçador, ele nunca conheceu seus pais, mas sempre teve seu mestre, Erik, como figura de autoridade em sua vida em Vanguard, onde não recebia o melhor tratamento por causa de sua aparência. O treinamento para se tornar um BloodHunter não era fácil, torturado e programado dês do começo para expurgar aqueles que seu mestre mandava, o menino acabou por ganhar algumas rachaduras, e delas vieram vozes que o atormentavam a cada possibilidade e o instigavam a cada morte.
      O garoto no começo deixava seus sentimentos governarem suas ações o que lhe garantiu muitas punições, mas com o tempo Erik poliu seu pupilo ao máximo para transforma-lo no melhor Hunter. Adrian não sentia raiva ou ressentimento de seu mentor, ele entendia, em uma maneira bem quebrada, o porquê ele, um demônio, deveria sofrer o que ele sofreu. Erik teve certeza de deixar marcado no menino que sua ancestralidade era uma coisa horrenda.
      A vida de Adrian consistia de rituais, treinamento, aprendizados e seu mestre, ele manteve sua cabeça baixa e fazia tudo que lhe era pedido sem questionar até o dia em que seu mestre trouxe e lhe apresentou a uma elfa anciã Tisha que logo teve dó do menino e lhe apresentou um lado totalmente diferente da vida que ele nunca tinha visto. Com ela, ele aprendeu o que era carinho, compaixão, um pouco de felicidade e paz, as vozes não eram tão altas perto dela.
      Por um tempo houve um certo equilíbrio entre luz e trevas em sua alma, Adrian se desenvolveu para os dois lados, se tornando um homem sério, duro e estratégico quebrando sua fachada somente quando estava em casa com Tisha e seus animais.
      Até que uma noite, em uma das missões com seu mestre, eles foram encurralados por uma quantidade de goblins um pouco maior do que eles esperavam na saída de uma floresta. Erik já estava machucado, com um pouco tempo na batalha seu mentor cai, aquela visão fez o demônio perder a cabeça deixando totalmente que as vozes tomassem conta e ele matasse todos em sua volta, incluindo alguns caçadores inocentes que vieram para ver o que havia acontecido, a única coisa que o fez parar novamente foi a visão de seu mestre no chão.
      Retomando o controle, Adrian ligou para a única outra pessoa que ele conhecia, Tisha, ela veio e regenerou Erik, que ao acordar ficou horrorizado com a visão de tantos corpos. Quando eles voltaram para a casa em que todos viviam, Erik colocou Adrian em um quarto trancando-o e decretou que dali em diante o menino nunca mais poderia sair, pois eles não podiam ter um demônio louco manchando o legado.
  • Alinhamento:
    • Neutro
  • Personalidade:
    • Calmo, sério, estratégico e desconfiado, mas com uma grande compaixão com animais e com aqueles que conseguem passar por suas barreiras. Ele com certeza carrega o peso das mortes dos inocentes em suas mãos e se puni do jeito que consegue.
  • Afiliações:
    • Seu metre Erik e anciã Tisha
  • Adventure Hook:
    • Adrian arranjou um jeito de fugir do quarto e decidiu provar para Erik e Tisha que ele não era somente um demônio louco.
4 Likes

Nome: Solomon

Raça: Fallen Aasimar

Classe: Bárbaro

Background: Em busca de poder ou favor das divindades algumas pessoas estão dispostas a cometer atos horrendos. E quando um cultista mal intencionado convence a uma familia desesperada que a melhor forma de conseguir o favor dos deuses novamente é entregar o próprio filho como sacrifício às bestas de Elodwood, o resultado é previsivel.
Quando um Aasimar nasce, cultistas, demonios e todo tipo de criatura nefasta tem como alvo sua morte. Então não surpreende o fato de a familia humilde de Solomon ter sido alvo deles assim que deram à luz um campeão dos deuses.
Abandonado aos 3 anos na floresta de Elodwood à sua própria sorte, Solomon teria morrido se não fosse salvo pelas bestas. Ele viveu toda sua vida em meio as feras, vivendo, caçando e lutando como um deles. Mas um Aasimar nunca é esquecido pelo seu deus. Infelizmente os deuses são misteriosos e Solomon não entende suas vontades, mas entende que por causa deles ele foi deixado para morrer naquele lugar. Os deuses não o protegeram na floresta, os deuses não o ensinaram a escalar árvores, os deuses não o ensinaram a colher as melhores frutas, os animais o fizeram. Os deuses nunca mostraram sua bondade a ele, então Solomon não os deve nada, mas deve ao pântano e seus habitantes.

Aos 20 anos ele foi capturado por um grupo de caçadores que o trouxe de volta à civilização e o vendeu como um tipo de gladiador por um preço generoso em Sandust. Mas não se prende uma criatura de espirito livre.
Ao ser colocado pela primeira vez em um ringue de luta contra uma das feras da região, Solomon se recusou a lutar ou machucar a criatura, mas o animal não tinha a mesma restrição e o atacou assim que se libertou das suas correntes.


Solomon foi obrigado a lutar para preservar a própria vida mas ao ver a criatura morta aos seus pés ele foi tomado por uma fúria que jamais sentiu em sua vida. Fúria contra os homens que fizeram aquilo com o pobre animal, fúria contra os homens que prendiam, torturavam e assistiam os animais se matarem por diversão. Em seu ódio duas asas esqueléticas se estenderam de suas costas quando ele gritou ao seu deus e pela primeira vez pediu sua ajuda. “DEVORADOR! Ajude Solomon”
O terror nos olhos dos que o assistiam o trouxe uma sensação de prazer indescritível ao bárbaro enlouquecido. E ele imaginou que os corpos deles mortos aos seus pés fariam uma cena mais linda ainda.

Alinhamento: Leal Bom / Caótico Ruim

Afiliações: Solomon se considera um aliado de todos os seres vivos e vê como inimigo qualquer um que utilize de magia negra ou necromancia para perturbar aqueles que caíram no sono eterno da morte.

Personalidade: Solomon é extremamente carinhoso e pacífico apesar de todo seu tamanho e força. Ele não é extremamente inteligente e sempre se dirige a si mesmo na terceira pessoa, mas sua bussola moral sempre presente guia fortemente seus passos. Mas quando ele está nervoso sua personalidade se transforma completamente e ele toma um modo de pensar sadístico e masoquista, com uma sede de sangue quase insaciável, e quando volta ao normal tem dificuldades em se lembrar o que aconteceu em seus momentos de fúria.

Hook: Ao sair de Sandust, Solomon foi abordado por mercenários e viu a oportunidade de viajar o mundo como um deles libertando as bestas e protegendo a vida onde quer que ele fosse. Talvez esse seja o objetivo que seu deus queria para ele, talvez não. Não importa, pois esse foi o caminho que ele escolheu e seu deus não terá mais nada a ver com isso.

Aparência:

3 Likes

Nome: Claire

Raça: Humana

Classe: Wizard

Background: Vou te mandar no Discord, até porque é bem extenso (606 Palavras).

Alinhamento: True Neutral

Afiliações: Alice e a Organização Cruz Escarlate.

Personalidade: Apesar de sua aparência fofa, Claire é muito consciente de que ela parece hostil e prefere ficar sozinha. Em geral, ela não gosta de pessoas e, portanto, ela não é muito cooperativa e pode ser teimosa.

Hook: Claire procura saber se sua amiga está bem, Claire não quer se reconciliar com ela (Por causa da grande culpa que ela sente), mas quer encontra-lá e ajuda-lá de alguma forma.

Aparência:
token_2

4 Likes

Nome: Harpan

Raça: Humano

Classe: Guerreiro

História: Gorgon nasceu em Lare, o berço tecnológico de Erland. Seus primeiros anos de vida foram tranquilos, sua família era rica, e sua educação garantiria sua vaga nas mais prestigiadas universidades. Entretanto, dois meses antes de seu décimo sexto aniversário, Gorgon foi afligido por uma doença misteriosa que tiraria sua vida. Seus pais contrataram os melhores médicos de Lare, mas nenhum foi capaz de tratar ou diagnosticar a doença. Decidiram procurar por ajuda divina, mas não adiantou. Sem esperanças, seus pais haviam desistido e simplesmente assistiam seu filho morrer lentamente conforme os dias se passavam. A morte de Gorgon não fora uma surpresa. Aquilo que outrora fora o filho prodigioso, agora não era nada se não um cadáver deformado. Aquele corpo não estava apresentável para um velório adequado. Dessa forma, decidiram doar o corpo para que os médicos e cientistas de Lare pudessem descobrir algo sobre a doença desconhecida. Um velório simbólico foi realizado em memória de Gorgon.

Recentemente, um grupo de exploradores retornava de uma incursão de quatro anos nas Terras Desoladas. Uma brigada de 750, reduzida a poucas dezenas. Aquelas terras inóspitas inspiravam um misto de medo e admiração no povo de Lare. E dessa vez, haviam feito uma nova descoberta. Uma nova criatura, do tipo que precisava de uma jaula especial mesmo estando morta. Não fora devagar, a noticia se espalhava como fogo. Uma criatura que mesmo morta ainda ousava se mexer. Um mamífero que mesmo decepado em dois ainda se mantinha vivo. Uma criatura sem sangue e sem alma. O Jidawa.

O instituto de medicina escolhido para a doação ficava a três dias da capital e uma escolta foi contratada para prevenir imprevistos. O corpo de Gorgon fora levado dentro de uma carruagem pelas estradas. E se não fosse por todo o cuidado e honrarias postas sobre ela, talvez os bandidos de Kartov não a houvesse confundido. Eles eram um esquadrão de elite, dois armados com fuzis alimentados por cristais de armazenamento, outros três enfurnados em armaduras de combate personalizadas. Antes mesmo da escolta perceber o que estava ocorrendo, dois já haviam caído. A escolta foi morta e a carga roubada.

Kartov havia adquirido uma das partes do Jidawa num movimentado leilão alguns dias depois de sua chegada. E foi através dele que seus sectários puderam reproduzir um receptáculo adequado. Um corpo físico e funcional, mas sem sangue e sem alma. Dessa forma o projeto para a Câmara de Transmissão havia se iniciado. Por várias e várias vezes, o projeto falhou. A alma se despedaçava durante o processo de transição, tornando-a incompleta e abominável. Era necessária muita energia para manter a alma intacta durante o insano processo de transmissão.

O corpo de Gorgon estava numa cápsula semelhante a um caixão, totalmente imerso em um liquido espeço e alaranjado. Os bandidos a mando de Kartov não se importavam muito com aquilo, sabiam que o preço seria pago desde que a mercadoria fosse entregue intacta. Kartov era um homem astuto e influente no submundo de Lare. Seu novo e grandioso projeto, a Caixa 13-B ou Câmara de Transmissão, uma colaboração entre Kartov e um grupo de sectários amantes da magia de sangue, prometia conceder a imortalidade através da transmissão da alma entre corpos. Assim como Ethan King havia ascendido com a criação dos Forjados Bélicos, Kartov também almejava o poder através de sua conquista. Mas para isso, precisaria de uma fonte de energia, algo capaz de suportar um evento que ousava desafiar a natureza divina.

E lá estava ela, sua grandiosa fonte de poder. Não era nada se não um cadáver afogado em misturas alquímicas. Kartov questionou seus homens sobre a origem daquela carga, apenas para confirmar que o prazo e o tempo estavam de acordo com o informado. Era estranho acreditar que aquilo seria a causa de sua glória. Apressou-se em repassar ordens para os subordinados, e deu início ao décimo terceiro experimento.

No centro da sala, uma poça de sangue. Um homem que acabara de ser morto, se encontrava cercado por encapuzados. Não era possível compreender o que aqueles homens sussurravam, e o cheiro de tripas e sangue já se tornava rotina depois de presenciar aquilo tantas vezes. A célula de energia parecia estável dessa vez, mas ainda havia algo que o incomodava. O salão estava quieto. O receptáculo se debatia violentamente contra as paredes de energia que o prendiam. Nada fora do normal, talvez fosse apenas nervosismo, Kartov pensou. Um estalo. O silêncio se quebrou por um segundo, a energia escapava de sua capsula em um rugido agudo que logo foi sobreposto pelos gritos de dor e agonia de homens e mulheres. Não tinha como saber quanto tempo havia se passado, a dor e a tortura pareciam eternas. Outro estalo, as luzes se apagaram, o barulho sessou e os corpos caíram.

Enquanto isso… Harpan, filho de fazendeiros, enfrentava alguns goblins que ameaçavam seu vilarejo.

Alinhamento: LB

Afiliações: Vilarejo Arca Verde

Personalidade: Harpan é um jovem simples, seus pensamentos não vão muito além de proteger aquilo que ama. Como filho de fazendeiros, aprendeu o valor do trabalho e se esforça para se sair o melhor possível em sua nova carreira como aventureiro.

Gancho de Aventura: Harpan sempre admirou os cavaleiros das histórias que sua mãe lhe contava. Principalmente aqueles armados com artefatos mágicos e capazes dos feitos mais inacreditáveis. Assim que o pequeno teve forças para levantar uma espada, Harpan já protegia seu vilarejo. Agora que as ameaças foram varridas de Arca Verde, chegou a hora de buscar novos ares.

Aparência:

2 Likes

Nome: Houyi of the Moon

Raça: Tabaxi

Classe: Patrulheiro

História: Houyi e sua tribo viviam da forma que dava no território Vanguard dos elfos, eles o ajudavam com algumas caças e protegendo parte da fronteira para eles. Houyi até então era apenas um caçador jovem e como todo bom Tabaxi que algum dia sonha em viajar pelo mundo e revelar seus segredos; um dia enquanto patrulhava ele viu uma elfa que estava sendo perseguida por goblins e lobos enquanto carregava algumas frutas e plantas, sem perder tempo Houyi pega seu arco, dispara algumas flechas nos goblins, assopra um apito que indicava inimigos para assustar os goblins(Pois esse apito significa que tem outros caçadores por perto ou assim os goblins pensam) e vai ao resgate da dama, após salva-lá ele descobre que ela precisa levar essas frutas e plantas para fazer um antidoto para um familiar e insiste em ir mesmo machucada na direção de uma vila, Houyi vendo tal atitude, ele decide levar os ingredientes enquanto ela devia descansar. Feito isso ele volta até o seu acampamento, termina de cuidar da elfa e pergunta se ela deseja uma escolta até a vila, coisa que ela rejeita mas mesmo assim Houyi decide ir furtivamente atrás dela para garantir a segurança dela, coisa que fez ele sofrer algumas piadas depois dos seus amigos (^^).

Após isso de tempos em tempos essa elfa vinha para conversar e pouco tempo depois eles se tornaram amigos, ele descobriu que ela não podia sair das terras de Vanguard devido a sua identidade e que ansiava para descobrir as terras e eventos tais quais a caçada de Elodwood, o Templo da Lua, o Curioso líder Orc sensato que mudou a forma de pensar da sua raça e fez paz com os vizinhos, entre outros…; sabendo disso Houyi promete a ela viajar para melhorar suas habilidades e para descobrir sobre esses lugares e eventos de tal forma que possa narrar para ela de forma que ela sinta que estava lá comigo, e talvez quem sabe um dia possamos viajar juntos. ^^

Alinhamento: CN

Afiliações: Viajantes, algumas caravanas e algumas pessoas em alguns reinos ^^

Personalidade: Curioso, talvez mais do que devesse, acha que a melhor coisa de suas viagens é o conhecimento obtido nelas e não os materiais. Leal, para com seus amigos ele é fundamentalmente leal, se ele mostrar algo que pareça uma traição, acredite tem coisa por trás disso, e não mexa com os amigos dele…Olho por olho, dente por dente.

Gancho de Aventura: Bem, Houyi como um Tabaxi não tem o que seria um reino ou uma cidade onde ele deveria chamar de seu lar, ou se sentir como parte daquela nação, logo vivia em acampamentos com alguns membros da sua raça até que decidiu explorar mais o mundo, conhecer mais pessoas, aprender mais segredos, me deslumbrar com belos sorrisos, partilhar de boas histórias e encontrar uma boa caça.

1 Like

Nome: “Grande bardo” Periclão

Raça: Humana

Classe: Bardo

Instrumento(s): Vocal, violão, banjo, cavaco

Alinhamento: Leal e Bom

Afiliações: Exaltasamba, Chrigor, Thiaguinho

Personalidade: Periclão é sempre um cara simpático e carismático, gosta de alegrar aqueles que estão ao seu redor com um pagodinho e um churrascão!

Background: "Péricles Fonseca de Faria" , mais conhecido somente como Péricles é ex-integrante do grupo Exaltasamba, além de cantor, é instrumentista e também compositor. Antes de seguir a profissão de cantor, trabalhou como taverneiro e numa Carroçaria em Venfikborn, Péricles é pai do bardo Lucas Morato, foi casado com Meire, e atualmente está casado com Lidiane Santos. Durante anos Péricles permaneceu em seu país Venfikborn crescendo sua fama e talento. Famoso em toda Venfikborn, Pericles busca por uma fama internacional e também por novas experiencias para colocar em suas letras

Hook: Péricles esta com dificuldade em compor algo novo, talvez explorando o continente e vivenciando novas historias sua mente se abrira para uma nova composição! Mas alem disso ele tão busca por uma fama internacional né pai!!

Aparência:

2 Likes

Eu gostaria de parabenizar todas as inscrições incríveis que eu li nesses últimos dias. Todas repletas de história e personagens cativantes. E eu tenho que agradecer por eu não ter que escolher entre elas, e poder ter todas na minha campanha.

Eu gostaria de parabenizar

@Louis_Lomelino
Adrian, O Tiefling, Bloodhunter

@Tsukimono
Solomon, O Fallen Aasimar, Bárbaro

@Blueberry
Claire, A Humana, Wizard

@Paulo_Andre
Harpan, O Humano, Guerreiro

@Akachin_Neves
Houyi Of The Moon, O Tabaxi, Patrulheiro

Só tenho que agradecer pelos incríveis personagens que fizeram.
Bom detenho um pedido, por favor vejam o que eu postei no geral do discord da dungeon
Agradeço desde já, e até mais

This topic was automatically closed 60 minutes after the last reply. New replies are no longer allowed.