Vagas para Estiagem

Tenho mais duas vagas para a campanha por texto #play-by-post:cancoes-de-danegann .

A história está atualmente focada em encontrar uma obra de arte única dentro de um antigo palácio, escondido entra as montanhas.

Requisitos:

  • Exemplos: +18 anos
  • Número de vagas disponíveis: 2
  • História/Adventure Hook: O que sua personagem procura nas Ruínas de Gansukh?

Se selecionado(a), leia as Regras para postagem na campanha.

Boa sorte, time!

1 Like
Nome: Pico Nevado (Nevado)

Raça: Tabaxi

Classe: Patrulheiro

História/Adventure Hook:
Imagem

Sua presa movia-se vagarosamente dentro do pequeno quarto. Uma criaturinha pequena, mas imensamente incômoda e… suculenta. Ainda mais cauteloso com seus movimento que sua presa - que parecia ainda não ter ciência da presa do Tabaxi -, Pico Nevado movia-se devagar, sem fazer um único barulho com seus passos. Movia-se com uma graciosidade incrível para um pequeno gato. Em poucos segundos, sua oportunidade surgiu. Quando usa presa aproximou-se do canto do quarto, não havia mais para onde correr. Com um pulo rápido, Pico Nevado fincou suas afiadas garras nas costas de seu alvo. Para mais uma noite, o jantar de sua família estava garantido. Mais uma noite, comeriam um rato.
Nascera em uma família pobre. Era o mais velho dos 6 irmãos, e sempre ajudava com o que conseguia a manter o pequeno casebre onde morava com os irmãos e sua mãe. Seu pai, há muito, havia desaparecido no mundo. Embora sua mãe sempre lhe dizia que ele os havia abandonado, as más línguas das favelas afirmavam que havia sido preso por algum crime. Para Nevado, no entanto, não importava. Seu pai não estava ali para ajudar o que deveria ser mais importante para ele. Nevado, no entanto, estava lá pra proteger seu bem mais precioso: sua família.
Durante sua juventude, Nevado descobriu-se um exímio caçador. Animais, pessoas desaparecidas, objetos desaparecidos. Bastava pagar algumas moedas de cobre para o jovem felino e poderiam considerar seu trabalho feito. Nas ruas, aprendeu a lutar devidamente, como um caçador deveria fazê-lo. Especializou-se no uso de arcos e flechas e, para que pudesse comprar seus materiais de trabalho, foi necessário diminuir a quantidade de dinheiro que dava à sua mãe.
Naquela situação, percebeu que deveria ganhar mais dinheiro. Mas como o faria? Seu pensamento rápido juntou as peças facilmente. Sabia caçar, sabia lutar. Sabia onde conseguir trabalho e sabia onde e o que pagavam bem. Passou a caçar não apenas animais, pessoas e objetos desaparecidos. Passou a caçar criminosos, animais selvagens, objetos valiosos. Se necessário fosse, não se importava em atirar uma flecha no coração de um criminoso, se isso significasse que sua família poderia se alimentar devidamente por mais uma semana.
Pico Nevado recebeu, então, uma proposta de contratante de costume. “Escute, Nevado”, dissera o homem, “tem este homem, chamado Naazim. Ele roubou algo muito precioso de alguém muito importante. Nós quase perdemos seu rasto, mas sabemos que ele foi em direção à Espinha do Mundo. Então a questão é bem simples: capture ou mate ele, traga o que ele roubou pra mim, e você não precisará trabalhar durante um bom tempo. E enquanto estiver fora, eu trato pessoalmente de sua família”.
Era uma proposta boa demais para ser verdade. Talvez, de fato, tivesse sido tapeado, afinal. Naazim não era um homem qualquer. Era um homem difícil de se perserguir, e, quando finalmente conseguiu acompanhar seus rastros, Nevado se viu num local que em toda sua vida jamais poderia imaginar: as ledárias Ruínas de Gansukh. Não que o felino soubesse onde estava, na verdade. Para Nevado, aquela era apenas mais uma tumba qualquer. Mais uma tumba que entraria e ganharia dinheiro fácil. Ou, nesse caso, não tão fácil assim.
1 Like

This topic was automatically closed 60 minutes after the last reply. New replies are no longer allowed.