Tomb of Annihilation: 3° Chance (A volta dos que não foram)

Hear ye, hear ye ! Estou abrindo mais uma aventura oficial aqui na Dungeon! Tomb of Annihilation !

Como de praxe, irei fazer uma espécie de “processo seletivo”, selecionando os jogadores com as melhores ideias para suas personagens. Ao se inscrever, informe sua experiência com RPG em geral e especificamente com o D&D 5th Edition , além de sua ideia de personagem, incluindo:

  • Raça : Somente oficiais
  • Classe : Somente oficiais
  • Background (história)
  • Alinhamento
  • Personalidade
  • Afiliações
  • Adventure Hook : seja boa ou ruim, qual a motivação da sua personagem em ir para Chult?

É importante denotar que estou procurando por jogadores dedicados em desenvolver a história e personalidade de sua personagem. Isso é o mais importante! Queremos personagens com histórias ricas, motivações profundas e complexas .

Atenção: inscrições sem essas informações serão desconsideradas!
As inscrições serão encerradas no dia 04/10/2019, às 23:59h , no horário de Brasília. A partir desta data e horário, este tópico será fechado automaticamente e não será mais possível respondê-lo.

▬ Título: Tomb of Annihilation
▬ Sistema: Dungeons & Dragons 5th Edition
▬ Plataforma: Discord + FG
▬ Requisitos: +16, Microfone, Conhecimento das Regras e Câmera (Opcional)
▬ Data/Horário: Domingos de tarde ás 14:00 (Quinzenalmente)
▬ Duração: Campanha
▬ Vagas: 6
▬ Descrição:

Com exceção de alguns assentamentos costeiros, Chult é um deserto tropical selvagem: florestas densas e rios cobertos de montanhas cercadas por montanhas, vulcões e escarpas (Tipo de ladeira muito ingrime). Paredes de montanhas a oeste, sul e leste protegem o interior do mar da vista dos marinheiros. Os rios são tão lentos que pode ser difícil determinar qual direção está a vindo e qual está descendo. Os rios ganham velocidade apenas onde trovejam através de desfiladeiros íngremes.
Os pontos de entrada mais seguros nesse domínio coberto de vegetação (“mais seguro” é um termo relativo nesse contexto) estão no norte e no leste. A costa da Baía de Chult até a Baía de Refúgio oferece praias para embarcar na selva desconhecida. Ao longo de toda a costa, a Baía de Chult é o único local onde os viajantes podem encontrar uma civilização acolhedora. O resto da península é um terreno fértil para sugadores de sangue, insetos portadores de doenças, répteis monstruosos, pássaros carnívoros e bestas de todos os tipos e mortos-vivos assassinos. Quanto mais se afasta da costa, mais úmida, quente e inóspita a terra se torna.

▬ Público-Alvo: @aventureiro

PS : Data de inicio ainda não definida

4 Likes

Qual lvl para essa campanha?
Eu tenho um personagem recém criado e que estaremos jogando nas segundas, porém esse horário de domingo se tarde me interessam muito mais. De qualquer forma eu posso criar um novo se for o caso.
Se não esse é o meu personagem:

Gingar Shashenk - Humano Ranger lvl 1

Nascido perto da cidade de Damara e filho de pais camponeses, porem o começo da vida não foi um mar de rosas, infelizmente a sua mãe morreu no parto, criado pelo seu pai, Tender Shashenk, homem que ensinou Gingar lutar e fazer somente o certo, porem seu pai morreu quando ele tinha 9 anos, numa emboscada feita por bandidos, apos perambular alguns meses, foi adotado por o duque William Horgath , mais conhecido como Willian o Preguiçoso, oitavo duque de Arcata perto das areas de Cold Lands. Com a morte do barão quando ele já estava com 25 anos, ele herdou toda a fortuna do Barão. Porem nunca esqueceu a sua verdadeira família, e anda se aventurando de cidade em cidade para fazer o que há de errado em correto. Atualmente Damara e governada pelo rei Yarin Frostmantle, cujo não está nenhum pouco contente com as últimas notícias sobre um ranger que anda visitando as redondezas de Damara.
Agora as ações de Gingar estão sendo vigiadas de perto por comando do rei.

Opa, a campanha começa lvl 1 e vai até o lvl 13.

Trevor Lancaster

Raça:
Humano

Classe:
Warlock

Background:
Um homem lê um livro surrado… Parecer ser algum tipo de diário, no entanto, só a primeira página parece ter algo escrito… Ele parece hipnotizado com a pequena passagem ali escrita, como se fosse algo importante para o mesmo.

“A morte sempre é algo mal visto, algo maligno… As pessoas tendem a não perceber que a morte na verdade é neutra, pois ela chega à todos, independente de quem seja: rico, pobre, velho, novo, triste ou alegre… Não importa, ela vê a todos da mesma forma!” M.

- E-eu entendo... Mas ainda não aceito...

Ele fecha o livro, pensativo… Mas então, um corvo pousa em seu ombro…

- Você já poderia me levar... Pois mesmo que eu viva, eu já estou morto por dentro...

O homem guarda o livro em suas coisas e se levanta… Aquele pássaro não estava ali para consolá-lo, mas para avisar que eles tinham um trabalho a fazer…

Alinhamento:
True Neutral

Afiliações:
Harpista

Adventure Hook:
Trevor perdeu algo importante e ele esta disposto a recuperar, não importa o custo… Se filiando aos harpistas e barganhando sua alma com uma entidade sobrenatural, acabaram o direcionando para uma missão que talvez fosse maior que seus desejos egoístas… Seu próximo destino é um lugar desolado e fantástico, mesmo para os parâmetros do mundo mágico da Terra Média.

1 Like

Nome:
Rudaerub

Raça:
Meio-Orc

Classe:
Monge

Antecedentes:

Forasteiro

O velho bardo, sentado num banco no conto de uma movimentada rua, toca seu bandolim e observa as mais variadas pessoas que passam por ali, seu passatempo preferido é observar o movimento, e utilizando das lembranças de suas várias viagens, tentar adivinhar de onde essas pessoas vem e o quão longe estão de suas terras de origem, ele se considera um ótimo adivinhador, mesmo quando erra chega perto o bastante, para considerar ele mesmo um acerto, mas ao observar um meio-orc corpulento que vinha ao longe, com veste estranhas, um rosto pintado e um equipamento diferente nas mãos, não conseguiu pensar numa região, cidade ou reino que aquele tipo era comum.

Alinhamento:
Caótico Bom

Afiliações:
Templo do Vácuo Érebo: Templo monástico, situado na longínqua e isolada floresta negra, construída por uma antiga tribo de Meio-Orcs, que desenvolveu seu próprio estilo de vida, praticantes do estilo das Sombras, protetores da floresta negra e seus grandes segredos.

Adventure Hook:

Rudaerub possui dois irmãos sendo ele o mais velho, no seu monastério o patriarca possui sempre quatro filhos, o mais velho herda o posto de líder dos guerreiros e protetores do templo, o segundo filho se torna o patriarca do monastério e o terceiro o sacerdote e protetor das artes místicas do templo.

Tudo ocorria segundo as tradições, até que o segundo filho foge de casa e renega suas responsabilidades, Rudaerub foi incumbido de achar o irmão e trazê-lo em segurança para o templo, sua única pista é uma cidade chamada Chult.

Olá, tenho interesse também. Tenho alguma experiência jogando e mestrando na 5e (mesa presencial tá chegando em um fim de arco, vai confrontar o grande inimigo - até agora - provavelmente nas próximas sessões), mas ainda to aprendendo a usar o roll20, além de não ter jogado muito em Forgotten Realms.

Vamos ao personagem então:
Raça - Anão da colina

Classe - Bárbaro

Background - Nascido em uma comunidade bem conectada a natureza e as tradições, Thondorn Marcaferro acabou por desviar do caminho esperado para ele e seus dois irmão. A tradição diz que os jovens mais bravos devem testar a coragem de forma a receberem a benção de um espírito ancião, se tornando defensores e protetores das pessoas do clã, tão atormentados por ataques dos orcs das montanhas próximas.
Por acreditar ser mais esperto que seu pai e os mais velhos, Thondorn decidiu contratar um grupo de mercenários para dar cabo dos orcs que ameaçavam a vila. Para isso, precisou trocar alguns itens importantes de sua família, em especial um trio de armas que seriam dadas a ele e aos irmãos quando concluíssem o teste. Só que Thondorn foi enganado pelo mercador que se ofereceu para comprar as armas, e fugiu sem deixar nem uma única moeda de ouro. Tomado por vergonha e fúria, fugiu para o mais longe que conseguiu, adotou uma vida de marinheiro, onde ninguém imaginaria o encontrar, e se afundou em bebedeiras para esquecer o que fez.

Alinhamento
Ele não é capaz de deixar alguma injustiça muito grande acontecer, e vai intervir sempre que sentir que pode mudar os resultados. Ao mesmo tempo, se roubar algumas jóias é o que precisa para conseguir comprar passagem para outro lugar, ele não vai hesitar. Acredito que seu alinhamento se encaixe mais em caótico neutro, podendo vir a mudar dependendo do que ocorrer durante o jogo.
Thondorn não busca se redimir - pelo menos ainda não, pois não sente coragem suficiente para retornar para casa. Ele busca recuperar os tesouros perdidos, pelo menos os machados, ou quem sabe pegar o canalha que o enganou da primeira vez.

Personalidade
Costuma ficar na dele quando está sóbrio, e é até bem contido, não gostando de chamar muita atenção para si. Quando fica bêbado, é rápido para arrumar brigas, e não mede as palavras usadas. De qualquer jeito, costuma fazer poucos amigos, e ocasionalmente faz alguns inimigos devido a falta de papas na língua, mas se esforça para ser um bom trabalhador durante seu período de labuta.
Não é muito fã de revelar sua história inteira, especialmente a parte que lhe traz vergonha, a pessoas que conhece (apesar de que no tempo em que esteve fugido de casa, não se aproximou de ninguém o bastante para criar esse tipo de vínculo), costumando contar uma versão alterada e com menos detalhes do que aconteceu.

Afiliações
Talvez ele tenha feito parte dos Zhentarim, ou talvez de outra organização, nesse tempo em que está vivendo em “exílio”. Devido ao meu conhecimento sobre o mundo de FR não ser muito extenso, deixo essa parte meio em aberto para ser resolvida depois caso o mestre me escolha para integrar o grupo.

Ganchos
Talvez ele tenha ouvido rumores de que o mercador que o enganou estava em Chult.
Talvez ele tenha ouvido rumores sobre algum de suas relíquias de família estarem em Chult.
Talvez ele apenas esteja a procura de outro lugar para trabalhar e viver.
Talvez ele esteja em um trabalho para alguém, e o seu objetivo esteja em Chult.
Em relação ao gancho, é flexível, e podemos resolver melhor misturando ideias com o mestre.

Eu deixei algumas coisas meio incertas, como datas, objetos, locais e nomes, para que seja mais fácil de encaixar e inventar assim que role de trocar uma ideia com o mestre.

De qualquer forma, fico no aguardo.

1 Like

Tenho interesse! <3

2 Likes
Tamar Héctor
Raça:

Half-Elf.
Classe:

Rogue.
Alinhamento:

Tende a Ser Foda.
Personalidade:

Usa sempre a arma dos fracos, sarcasmo e ironia.
Afiliações

A reencarnação de um cavaleiro de uma ordem antiga.
Background:

Milhares de anos atrás, Tamar e seus irmãos eram elfos da floresta, vivendo na floresta pacífica de Ukhukhunathi. Porém, um grupo de magos negros conhecidos como Hamitikalb fizeram um antigo ritual que reviveu e enlouqueceu os antigos espíritos da floresta, os Inhilizyos. Sem nenhum senso de razão, os espíritos usariam seu incrível poder para destruir o mundo.

Para combater e selar os espíritos, os elfos formaram a ordem de Lasendulo, um grupo de sete cavaleiros lendários preparados para conseguir acalmar os espíritos monstruosos. Durante a batalha entre os Inhilizyos e os Lasendulos, os druidas usaram suas magias para formar uma barreira contra os espíritos. Com essa oportunidade, um druida com uma espada encantada a usou para cortar os espíritos em pedaços. Tamar e os Lasendulos foram conhecidos como Grandes Heróis entre os elfos.

Para ter certeza da prisão eterna dos Inhilizyos, Tamar e seus companheiros concordaram em terem suas almas usada como focos arcanos para conter os espíritos. Eles foram selados em joias místicas, e lançados em partes distantes do mundo.

Depois de milhares de anos, um mago desconhecido juntou muitas joias e as desencantou, retornando a alma de Tamar ao seu corpo guardado nas profundezas da floresta, mas quando a alma retorna ao lugar que seu corpo deveria estar, tudo que encontra é uma elfa prestes a dar a luz a uma criança que se chamaria Héctor, tomando a criança como um receptáculo para sua alma ele se fundi-o com o mesma. Agora Tamar esta sem nenhum de seus poderes e tendo que se acostumar com os flash de lembranças que vem em sua mente.

Com o passar do tempo os flash foram ficando mais recorrentes para Héctor, muitos deles revelando coisas de sua vida anterior, deu seu sacrifício final, das joias com as almas de seus irmãos. Desejando saber a localização de todas as joias, Héctor vai até a civilização e escuta boatos que poderia lhe ajudar em seus fins.
Sobre o Player

Jogador: Marcelo
Experiência com RPG e D&D 5e: Jogo a quinta edição de Dungeons n Dragons há pouco mais de um ano. Apesar disso conheço bem as regras básicas e inclusive já mestrei uma campanha. Então me considero intermediário no sistema.
Sobre o Personagem

Raça: Tabaxi
Nome: Eclipse Lunar (Eclipse)
Classe: A princípio pensei na personagem como uma Sorcerer que usa Magia das Sombras; mas também posso encaixar ela como uma Clériga, dependendo da necessidade da party ou pra melhor encaixe na campanha.

Background:

Eclipse é uma jovem tabaxi natural de Maztica, um reino pouco conhecido que fica do outro lado do oceano a oeste da costa da espada. Ela é a filha mais nova dos líderes do clã Chuva Distante.
Invernos são raros em uma região tropical como aquela, mas a jovem tabaxi nasceu em um desses. Foram horas em um longo e complicado parto.
Depois de muito rogarem aos grandes deuses daquele povo sem obter respostas, seus pais rezaram desesperadamente a Entidade das Sombras para que salvasse sua filha. Mas aquele era um ser misterioso, lendário e temido em Maztica.

Ele se manifestou de uma forma única. As sombras no local reuniram-se em torno da criança e foram absorvidas por ela. No ato a criança foi salva e a prece foi atendida mas apenas uma vida poderia pagar por outra. Então sua mãe acabou não resistindo ao parto

Eclipse nasceu com uma doença rara. Quando bebê, foi uma criança quieta e retraída. De condicionamento físico fraco e estava frequentemente doente. A pele sempre foi fria ao toque e ela nunca compartilhava da alegria e entusiasmo dos outros em relação ao verão. Sua condição era tão crítica que nem mesmo os melhores curandeiros da região foram capazes de desvendar o mistério da doença.

Apesar de amar muito a filha, seu pai nunca conseguiu de fato compreedê-la e culpa Eclipse pela morte de sua mãe.

As outras crianças eram proibidas, por seus pais, de brincarem com Eclipse. Muito pouco se sabia sobre a estranha doença que poderia inclusive ser contagiosa. Apesar disso, a pequena tabaxi encontrou amizade em uma outra criatura. Eclipse não lembrava quando o viu pela primeira vez. Parecia que aquele ser sempre estivera presente em sua vida. As sombras dentro de si tornaram-se sua melhor companhia. Em algumas ocasiões, as sombras até tomavam forma física humanóide para brincar com a jovem tabaxi.

Eclipse amava profundamente seu companheiro. Uma amizade única e pura que durou até o seu décimo aniversário. Depois daquele dia, por algum motivo, Eclipse jamais voltaria a ver seu amigo outra vez.

Foram anos solitários os que se sucederam após o sumiço de seu companheiro, mas ela jamais esqueceu os bons momentos que viveram juntos.

Anos depois, estranhos sonhos passaram a perturbá-la e continuam assim até hoje. De alguma forma, esses sonhos transmitem um pedido de socorro de seu velho amigo. Ao que tudo indica, o ser das sombras encontra-se aprisionado em algum local e está padecendo e perdendo suas forças. Ele precisa que Eclipse encontre um artefato mágico específico cujo poder poderia libertá-lo mais uma vez.

Determinada a salvar seu amigo, ela fugiu de casa e saiu em uma missão para encontrar o ítem mágico e o local onde seu amigo foi aprisionado, e dessa forma libertá-lo para que eles possam ficar juntos mais uma vez. Ela ainda precisa evitar que os subordinados de seu pai a encontrem e levem-na de volta pra casa, por isso está constantemente mudando de local
Apesar disso, Eclipse entende os riscos dessa jornada. Ela se pergunta a que custos poderia salvar a vida de seu amado. Afinal de contas, apenas uma vida pode pagar por outra.

Alinhamento: Caótico Bom

Personalidade: Pode ser um pouco tímida e retraída a princípio. Possui uma curiosidade grande em relação a artefatos mágicos e suas origens, que na maioria das vezes a coloca em alguma confusão. Ela está sempre disposta a viver novas experiências e explorar novos conhecimentos. Na maior parte do tempo está de bom humor e adora uma boa aventura onde possa encontrar bons amigos. Sua cauda algumas vezes pode entregar suas reais emoções

Afiliações: Ela possui poucos amigos entre os membros do clã tabaxi Chuva Distante, mas esses são bastante fiéis. Ela também fez amizade com alguns marinheiros e outras pessoas com quem viajou durante os últimos anos.

Adventure Hook: Eclipse desconfia de que as ruínas onde o seu grande amigo está aprisionado (ou o ítem mágico que pode libertá-lo) encontram-se na região de Chult. Ela pode ter convenientemente aceitado um trabalho na região para investigar o caso.
1 Like

Hear ye hear ye !

Agora é oficial ! Temos o resultado! :hypeblock:
Levando imparcialmente em consideração a história da personagem, os vencedores da seleção são:

@Mosonow , @Case, @MuCa @Fabiano_Flores @Marcelo_Cefas + Amigo do Muca

Parabéns! :clap:

Mais uma vez obrigado a todos pela participação! :juicebox:

PS : Estou adiantando a a selação para hoje, afinal tiveram tempo o suficiente para inscrever-se, devido a tal os até agora selecionados foram os descritos acima. Vale lembrar que caso alguém não comparessa a vaga será aberta e chamarei o próximo.

1 Like

This topic was automatically closed 60 minutes after the last reply. New replies are no longer allowed.