Tirania de Dragões (Mestre Chronus)

Estou abrindo 4 vagas de Tirania de Dragões.

Farei uma seleção dos jogadores com as melhores ideias para suas personagens.

Regras para personagem

Seu personagem deve:

  • Ser feito seguindo as regras OFICIAIS (ou seja, nada de UA que são playtest, nem homebrew)

  • Adventure Hook : Será tratado na primeira sessão, mas peço a história da personagem de vcs até o atual momento.

  • Não serão permitidos antecedentes personalizados.

  • Não é permitido a utilização do Eberron, Wildemount, Vedalken, Odyssey, Ravnica e Mordenkainen

  • Não é permitido vilões, pois trata-se de uma campanha sobre heroísmo.

  • Atributos padrão: 15,14,13,12,10 e 8. Equipamento inicial (não permitido rolar riqueza) e level 1.

Regras para jogador
  1. As sessões serão semanais no horário especificado pelo canal da Dungeon e pelo roll20.

  2. Jogadores iniciantes somente se já souberem como montar a ficha com as regras acima

  3. Trata-se de campanha com previsão para no mínimo 1 semestre. Então prepare-se para estar comprometido.

4 Likes

Tenho interesse!

Após um incidente chamado Spellplague, uma inocente criatura que estava nos Blacklake Sewers foi afetada e transmutada. Adotada por um membro dos Dead Rats, aprendeu a combater e a falar, recebendo o nome de um famoso pintor e escultor, devendo sua vida a este mentor. Após atingir a maioridade, sua curiosidade natural o levou as ruas de Neverwinter onde ele busca combater o mal, e levar o bem e a justiça que aprendeu com seu mestre!
Tortle Fighter Urchin.
Cowabanga!!!

2 Likes

Me interesso por jogar. Eu seria um Bárbaro (Caminho Primitivo Totêmico) Humano e provavelmente Uthgardt. O background eu prefiro desenvolver após um papo com o narrador. Mas basicamente será um Bárbaro que talvez seja exilado, ou talvez tenha apenas abandonado seu lar nas montanhas gélidas em busca de honra e glória.

tenho interesse

Nome: Zarth’Ral
Raça: Dragonborn
Classe: Fighter (Eldritch Knight)
Background: Faction Agent

História: Vindo da nação militarista de Tymanther, Zarth estudou e então entendeu o escopo do que sua raça sofreu no passado nas mãos dos dragões de Abeir e como os deuses se negaram a ajuda-los mesmo eles suplicando por ajuda.
Com seus estudos e treinamento ele viajou ate a Costa da Espada pois dizem que lá é onde estão os dragões mais poderosos e onde os maiores problemas ocorrem. La descobriu a presença do Culto do Dragão e assim se tornou um Harpista para investigar e caçar os adoradores dos dragões e de seus deuses profanos. Agora com a movimentação recente do Culto do Dragão proximo de Baldur’s Gate ele foi ate la para investigar e parar os planos dos cultistas.

1 Like

Tenho interesse em participar da mesa.
Nome: Sha’lin
Raça: Tabaxi
Classe: Ranger (Horizon Walker)
Background: Far Traveler
um guerreiro de terras distantes que veio até Waterdeep fazer fama e descobrir mais sobre a tão famosa Sword Coast, seu objetivo inicial era conseguir mais conhecimento sobre os vários planos de existência e no processo acabou se aliando a Aliança dos Lordes, com o objetivo de ajudar a facção de combater o mal e proteger no processo aqueles menos favorecidos.

Nome: Valdemar
Raça: Yuan-ti Pureblood
Classe: Feiticeiro (Shadow magic)
Background: Antropólogo

Historia: Criado por um mago excêntrico que tentava comprovar que nem sempre a natureza é melhor que a criação.
À medida que cresceu, aprendeu muito com o mago, incluindo o comportamento humano, e também foi ensinado sobre o experimento que pelo qual foi criado, o que o deixou curioso sobre os resultados que isso poderia render.
O mago, durante os anos, criou certo vinculo afetivo com ele, e então, decidiu que ele poderia viajar pelo mundo estudando e ganhando a vida dessa forma.

Em Waterdeep, foi convidado a entrar para um grupo de aventureiros,o que aceitou de bom grado apenas para estudar as variadas pessoas que trabalhavam ali. E também pelo fato de o mago que era sócio do lugar lembrava muito o mago que o criou.

2 Likes

Tenho interesse!

Nome: Khalvarax
Raça: Élfo da Floresta
Classe: Patrulheiro
Resumo do BG: Nascido em uma tribo élfica, sem mãe e com o pai desaparecido sem deixar vestígios, Khal abandonou seu lar e foi em busca de pistas pelo mundo a fora. Anos se passaram sem ter notícias alguma do pai e já conformado com sua perda, ele resolve seguir seu próprio rumo, aventurando-se em busca de seu propósito na vida.

1 Like

Raça: meio-elfo
Classe: bruxo [fiend]
Nome: arturius grey
Afiliação: zentharin
Historia: construindo . . .

@Chronus eu sei q vc sabe q da mesa do vitor mas minha memoria só lembra da torre se n tiver problema EU QUERO MUITO JOGAR D&D

Eai Chronus, tudo bem? Tenho alguns personagens prontos que sempre quis jogar e nunca joguei Tirania dos Dragões, dei uma animada boa! As idéias estão a seguir e eu sei que uma ou outra apresentam os stats com point buy mas nada que não se resolva fácil.

Skatael, Fúria Imortal (Hook: No fundo do seu peito quer encontrar Tiamat para descer-le a porrada e a interrogá-la sobre o paradeiro de Lúcifer)

Rako, O necromante (Hook: Acredita que o Culto do Dragão não contribuirá para um mundo mais livre e sem preconceitos.)

Gio ( Rogue Mastermind) (Hook: Gio se viu livre de seus deveres em Alurtry mas desenvolveu afeição por fazer o bem, quando ouviu sobre o Culto do Dragão de cara pensou que seria uma ótimo oportunidade para recomeçar sua vida e fazer novas e interessantes conexões.)

Espero que goste e se anime com as ideias, Abraço!

Tenho interesse.

(Click nas setas para expandir)

Opção 1: Thalrok, Dragonborn Paladino da Conquista

Thalrok Bhalasar é um orgulhoso Dragonborn Paladino da Conquista que transformou seu medo dos poderosos dragões em força para destrona-los, vencendo seus inimigos primeiro com o temor e depois com a lâmina. Soldado dos “Lance Defenders” em Tymanther, busca influência entre seus ranks para organizar uma cruzada de volta para Abeir, de onde seu povo veio e era escravo dos seus supostos criadores os dragões, para resgatar os irmãos deixados para trás.

Opção 2: Rato, Tiefling Swashbuckler

Zherrakas “Rato” Malecius, um Swashbuckler e mentiroso natural, perfeito para as atividades mais discretas dos Zhentarim. Sabe que o Culto dos Dragões é uma pedra no sapato da sua organização faz tempo e não desperdiçaria uma oportunidade de enfrentar cultistas em troca de prestígio na sua organização.

(Spoilers, só para o mestre, clique para revelar)

Entrar nos Zhentarim foi até que fácil, acham que ele é mau por ser um tiefling, foi aceito por saber taumaturgia. Ficou aliviado em saber que voltaria a lutar livremente ao lado de seus verdadeiros aliados, os Harpistas. Mas como um bom infiltrado, fará o que puder para, apesar da aliança, que os Harpistas saiam mais fortes que os Zhents ao fim disso.

Caso seja selecionado, estimulo escolher o personagem que você ache que se encaixa melhor na campanha e no grupo. Se for chamar no Discord, o meu é: Eduardo#9113

Ola… Tenho interesse em participar da campanha! Tenho alguns personagens prontos(inclusive alguns que ja foram testados), porém nessa campanha gostaria de fazer algo inovador, uma build de paladino da devoção que me vem chamando bastante atenção a algum tempo. Eu posso fazer outros personagens caso a party precise mas aqui esta o mais novo Lunios Arkangel…

Nome: Lunios Arkangel
Raça: Half-Elf
Classe: Paladino(Devoção) LG
Background: Acólito

Historia: Lunios cresceu num templo de Tyr desde quando era apenas uma criança. Sua mãe infértil o entregou aos Sacerdotes como sacrifício em pró de um milagre. Ela o acompanhou em sua trajetória como acólito e sempre esteve presente mesmo vivendo longe do templo.
Lunios entendeu seu propósito na terra e serviu a Tyr fervorosamente durante sua caminhada. Poucos meses depois de alcançar a idade adulta, Lunios foi convocado a uma audiência com os Sacerdotes superiores ao mesmo, então recebeu uma proposta que mudaria sua vida. Ele recebeu a dádiva de se tornar um paladino e seu objetivo não seria simples. Seu dever , em primeiro lugar, seria seguir os dogmas de Tyr e de um Paladino da devoção. Além disso, deveria proclamar a palavra em nome de seu deus, ajudando os fracos e menos afortunados em nome da bondade…

Nome: Lokthar
Raça: Meio-Orc
Classe: Barbaro
Historia :
Barlok e Guinev, dois meio-orcs de grande fama entre seu povo partem para uma guerra de dois povos, Guinev está gravida e mesmo assim quer ir para a luta por ter sangue de guerreira em suas veias, Barlok seu esposo tenta convenser Guinev a não ir, porem envao.

O Combate começa, é uma grande guerra que dura horas e mais horas, Guinev começa a sentir grandes dores em seu ventre e recua, Barlock tenta proteger o caminho e tem exito ao recuar, porem seu povo esta perdendo a batalha, não a tempo para uma retirada, Guinev esta em trabalho de parto, Barlock faz o maximo para proteger sua esposa, depois de uma hora de luta Barlock volta para a esposa insanguentado, com graves ferimentos, seu filho acabara de nascer, ele olha para criança e sorri, nesse momento ele toma uma machadada nas costas e cai, sua esposa em urro de violencia deixa a criança no chao e parte para cima do orc que matou seu esposo, ela mata o orc mais acaba se ferindo gravemente, ela volta para seu filho e se esconde perto de uma cabana.

Gravemente ferida, Guinev da um nome a criança ‘‘Meu filho, voce sera um grande guerreiro, meu Lokthar, sobreviva, lute e seja impiedoso com seus inimigos’’ para que ele não se esqueça coloca seu nome com sangue em suas vestes e em seu peito, perto de morrer um meio-orc a encontra com seu filho, ela como uma grande orc tenta se levantar para lutar mais sem forças nao consegue, o orc que a achara era um guerreiro ancião, ele olha para ela e pronuncia ‘’ nos ganhamos a guerra, acabou, vejo que esta quase morrendo, posso cuidar da sua criança, ensinarei ele a lutar e a ser um Orc’’ ela pergunta seu nome e ele responde ‘’ Meu nome e Durotan ‘’ então Durotan pegue-o e transforme-o num que é ser um grande orc, estica seus braços com a criança nos braços, Durotan o pega e olha para a criança rapidamente e quando olha de volta para Guinev ele ve que ela morreu.

Depois de volta da guerra, passa-se 5 anos, Lokthar já tem 5 anos, um Orc grande para sua idade e bem forte, Durotan treina com ele sem pena, ensinando tudo oque ele sabe a criança… Ao fazer 10 anos Durotan falecendo devido a uma doença, conta a historia de como ele se tornou o pai dele, Lokthar triste fala que o pai dele e Durotan e que sempre sera o Durotan.

Ápos a morte de Durotan, Lokthar partiu de sua vila no norte em direção há Waterdeep em busca de aventuras.
Lokthar

Nome: Godric
Raça: Halfling
Classe: Guerreiro
Background: Forasteiro

Godrig é um pequeno Halfling que nasceu em um condado isolado perto de colinas. Apesar de isolado de uma “cidade grande”, seu condado recebia constantes visita de anões, já que é o ponto mais próximo para descanso seguro após longas viagens pela região. Godric, desde criança, sempre se encantou com as incríveis histórias que os anões contavam quando pousavam em sei condado. Quanto mais ele ouvia dos anões,mais achava sua vida chata e monótona.
Um certo dia, quando um líder anão bebeu um pouco demais, como de costume, resolveu dar a Godric uma espada para que ele pudesse se preparar para sua aventura, mas o que o anão não sabia era que ele realmente acreditou nessas palavras.
Em um de seus “treinamentos” junto com seus fiéis companheiros, Andrômeda e Teodoro (seus esquilos), ele sofreu um ataque de um lobo que custou a vida de seus companheiros.
Quando atingiu sua maioridade decidiu sair de seu condado para viver as incríveis aventuras que sempre sonhou ter, apesar de não conhecer praticamente nada longe dos territórios do seu condado. Indo apenas ele e seus fiéis companheiros, que apesar de mortos, Godric ainda conversa e briga com eles.

Nome: Ollin Vet
Raça: Loxodon
Classe: Druida
Background: Nobre

Ollin Vet é o autoproclamado Rei de Baie Water, uma região do cerrado de Mulhorand. Adora a natureza, mas ama ainda mais amendoim. Não tem amendoim em Baie Water. Ollin quer amendoim e nada pode pará-lo, nem uma deusa do mal.

3 Likes

Nome do Personagem: Lugian O Branco
Raça: Dragonborn
Classe: Clérigo
Background: Nobre

História: Nascido em uma casa nobre em terra praticamente desconhecida pela maior parte da população de Faerun. Desde de muito pequeno, o jovem Lugian sempre fora uma pessoa que se interessava por filosofia e teologia avançada, sendo por vezes considerado um prodígio dentre a sua família. Por conta disso ele resolveu ingressar em uma ordem religiosa de seu reino com o intuito de se aprofundar nos conhecimentos de sua fé, e também para ter acesso a um local onde a filosofia era levada a sério. Com o passar dos anos, Lugian acabou por se destacar entre seus colegas, sempre mostrando-se uma pessoa de grande coração, e de um forte senso de justiça, que o fez terminar os seu treinamento muito antes do que a maioria das pessoas comuns.
Após o termino de seu treinamento, Lugian diz ter recebido um chamado divino que o mostrava uma visão de um futuro em que O Culto do Dragão havia conseguido trazer Tiamat do Inferno, que ele tinha a obrigação de combater esse mal para proteger o mundo da maldade da Rainha dos Dragões.
Ao final dessa visão, Lugian se preparou para ir até a Costa da Espada onde a divindade disse que o culto se encontrava ali. Porém antes de partir, o mestre de sua ordem religiosa contou para o jovem clérigo sobre o Culto do Dragão e o que seus membros haviam feito no passado contra o seu povo, o que acabou dando mais motivação para que ele fosse diretamente até a Costa para expurgar esse mal a todo custo, tanto para honrar o seu Deus, quanto para cumprir com a missão de seus ancestrais que no passado caçaram de maneira intensa todos os membros do Culto do Dragão.


Nome: Claire
Raça: Elf (Drow)
Classe: Warlock (Celestial) ou Cleric (Life)
Tendência: Leal e Neutra tentando ser Leal e Boa

História:
Claire era uma drow a qual fazia parte de um grupo de bandidos. O grupo passou anos aterrorizando aldeões indefesos, saqueando suas vilas e os levando para serem escravos no Underdark.

Durante uma dos ataques, seu grupo foi pego em uma emboscada orquestrada por um grupo de aventureiros. Claire foi uma das pouquíssimas sobreviventes. Ela escapou durante a confusão deixando seus amigos para trás. Após sair da zona de perigo, ela desmaiou na estrada de um vilarejo próximo.

A Drow acordou com seus ferimentos sendo tratados por um nobre adepto ao deus Ilmater. Contrariando o senso comum, ele ofereceu abrigo à ela até que se recuperasse totalmente. A princípio, a criminosa planejava trair os aldeões e roubar os seus pertences antes de voltar para o Underdark. No entanto, a perspectiva de voltar derrotada para um mundo cheia de criaturas tão vis quanto ela se tornava cada vez menos atraente a medida que passava tempo com os humanos. A cada dia que passava ela se via arranjando novas desculpas para postergar o seu retorno e passar mais tempo na superfície.

Os dias se tornaram meses, os meses se tornaram décadas. Quando se deu por conta, já havia vivido uma vida humana inteira com o homem que a havia resgatado.

A eventual morte dele e a de alguns filhos do casal tornaram a Drow mais ciente de sua própria mortalidade. Ela começou a se preocupar com seu lugar no pós-vida, uma vez que era claro para qualquer um próximo dela que os esforços do marido para converte-la a fé de Ilmater não havia sido um sucesso, embora ela soubesse fingir muito bem. Além disso, seu passado sombrio certamente não seria esquecido pela divindade por conta de algumas décadas de adoração fingida.

Com isso em mente, Claire aproximou-se dos amigos de seu falecido marido à procura de uma forma de compensar sua vida de maldades. Ainda que relutantes e pouco convictos da determinação dela, homens de fé a instruíram em sua jornada espiritual em busca de redenção.

Depois de muita meditação, conversas com instrutores e dias de orações uma oportunidade foi apresentada a ela. Um dos anjos em serviço de Ilmater apareceu e a convocou para lutar em nome da divindade em um grande conflito que estava para começar, caso estivesse disposta a arriscar a vida e viver de acordo com os ensinamentos da divindade. Com alguma relutância, a elfa aceitou e foi abençoada com poderes divinos.

Após se despedir do restante de sua família, ela partiu.

Embora não tenha aceitado Ilmater completamente e de não ter conseguido se desvincular da cultura dos elfos drows, Claire está disposta a fazer o possível para se redimir e garantir que seu descanso eterno seja ao lado de sua nova família.

2 Likes

Obrigado a todos que se inscreveram
Sei que falei eram 4 vagas, mas resolvi chamar 5 pessoas
Foi difícil escolher as pessoas que irão participar para a mesa, mas aqui vão os escolhidos.
@Mosonow, @Allisson, @Basilisco, @Magnus_The_Wizard e o @MARCIO_NYAN.
Peço para os outros que participaram não desanimarem, em breve terão outras mesas abertas.
Para os que foram chamados, favor entrar em contato comigo no discord da Dungeon, ou diretamente comigo Chronus#0001
Obrigado a todo!

4 Likes

This topic was automatically closed 60 minutes after the last reply. New replies are no longer allowed.