Out of Abyss

Título: Out of Abyss (Aventura Oficial)
Sistema: D&D 5E
Plataforma: Discord + Roll20 e periféricos…
Requisitos: Experiência em RPG e D&D5e, microfone, computador e 18+
Data/Horário: Sábado 20:30 as ~23:30
Duração: Campanha em andamento, em seu 3º capítulo
Vagas: 4/6
Mestre: Andron#1406
Descrição: Nas profundezas abaixo da superfície do mundo existe o Subterrâneo, um reino de intermináveis túneis e cavernas aonde o sol nunca brilha. O Subterrâneo é repleto de raças e criaturas numerosas demais para se contar ou listar, e as mais proeminentes dentre todas elas são a de elfos negros – os drows. Odiados e temidos até mesmo por seus companheiros habitantes da escuridão, os drows saqueiam outros assentamentos do Subterrâneo, assim como ao mundo da superfície, trazendo prisioneiros de volta com eles. Deixados inconscientes com veneno drow, depois acorrentados e algemados, esses prisioneiros são eventualmente vendidos como escravos ou entretenimento nas cidades subterrâneas dos elfos negros.

Seu personagem deve:

1 - Ser feito seguindo as regras OFICIAIS (ou seja, nada de UA que são playtest, nem pensar em homebrew) e somente de Faerûn (nada de Eberron, Wildermount, Ravinca e Theros)
2 - Adventure Hook: Você tem que terminar sua história sendo capturado por drows
3 - Não serão permitidos antecedentes personalizados
4 - Não é permitido vilões, pois trata-se de uma campanha sobre heroísmo, não confundir com tendência maligna.
5 - Atributos padrão: 15,14,13,12,10 e 8. Sem equipamento algum!

Como jogador você deve:
  1. As sessões serão semanais no horário especificado.
  2. Deverá ter instalado o Discord e o VTT. Para quem não o tem é só usar o Como Instalar o 5eTools
  3. Trata-se de campanha com previsão para no mínimo 2 semestres . Então prepare-se para estar comprometido.

4 Likes

Tenho interesse

Nome: Bat Hood
Raça: Humano
Classe: Fighter (arqueiro)
Alinhamento: CG (Chaotic Good)
Personalidade: É uma pessoa bem calma e tenta sempre resolver as coisas de forma diplomática, gosta de roubar de pessoas ricas e dar para os pobres o que pega, pegando apenas 10% para si para ajudá-lo nas suas conquistas.
Background: Nasceu próximo a Waterdeep e cresceu sem a presença de seus pais, teve que se virar para sobreviver como orfão e foi para a floresta para tentar sobreviver por lá ao inves da vila que o maltratava. Sempre foi bom com o arco e conseguiu sobreviver graças a isso. Sem um nome, adotou o nome de Bat Hood, e é um arqueiro que vive ajudando aos pobres, ele rouba dos ricos para ajuda-los a se sustentar e dar uma vida melhor a eles. Ele é hábil com seu arco e flecha e vivia próximo as florestas de Waterdeep, preza a liberdade e o espírito aventureiro.
Adventure Hook: Em um de suas procuras por pessoas ricas a noite, ele acaba encontrando um kobold que se vestia como ele, porém esse kobold foi atacado por um grupo de elfos de pele negra e foi capturado, Bat Hood então corre para pedir ajuda, mas acaba sendo interceptado por esse outro grupo de elfos.

1 Like

Nome: Varian Liandon
Raça: Meio-elfo
Classe:paladino
Alinhamento: LG (Leal bom)
Background: nascido em berço nobre Varian sempre teve tudo a sua disposição desde regalias a seus caprichos contudo toda esta fartura criou um vazio em Varian pois ao perceber que nem todos eram afortunados como ele e decidiu por viver uma vida de cavaleiro da luz ao adentrar no templo de paladinos da sua cidade varian começou seu treinamento como escudeiro a fim de um dia se tornar um paladino da justiça um dia durante sua perenegrição espiritual Varian foi emboscado por um grupo de drow apesar de resistir bravamente acabou sucumbido para seus agressores que o levaram como escravo.

Olá, Tenho Interesse

Nome: Canis Lupus (Lyn’zaknhrae Hun’ervs verdadeiro nome)

Raça: Elfo Drow

Classe: Monge (Sombras)

Alinhamento: CB (Caótico Bom)

Personalidade: É uma pessoa confiante em suas habilidades, mas sempre evita chamar a atenção pois ele prefere está de olho em tudo e ninguém de olho nele, não gosta de injustiças, nem de abuso de poder, ele aprendeu com os monges que aqueles com poder devem proteger aqueles que não tem.

Background: Nasceu em algum lugar de underdark, mas foi criado na superfície, por monges que lhe acolheram quando ainda era pequeno, passou seus dias treinando num monastério suas habilidades de combate, e sua mente para não me tornar como aqueles que vem de onde nasci.

Adventure Hook: Após anos treinando numa volta pelas redondezas, avistei um vilarejo próximo onde vi um grupo de elfos da floresta serem atacados por elfos de pele negra assim como a minha, me aproximei para tentar impedir um massacre, mas ao verem que eu não estava do mesmo lado acabaram me subjugando e prendendo.

Olá, tenho interesse.
Nome: Cohis Dezlentyr
Raça: Humano, provavelmente variante mas se não quiser pode ser o normal mesmo.(Idade: 19 Anos ; Altura: 1,70; Peso: 65 kg).
Classe: Feiticeiro da Tempestade.
Alinhamento: Leal e Neutro.
Personalidade: É uma pessoa arrogante, mas de boa índole. Recorre a violência apenas em ultimo caso, utilizando da lábia, nobreza e riqueza para conseguir o que quer.
Antecedente: Nobre de Águas Profundas(Waterdeep).
História: Tendo nascido na linhagem principal da casa Dezlentyr, uma casa nobre da Cidade os Esplendores famosa por sua experiência como mestres de caravanas, comerciantes e exploradores, Cohis sempre foi excêntrico, mimado e, acima de tudo, rico. Apesar de sempre criar alguns problemas aqui e ali, ele sempre conseguia um jeito de se safar, até que um dia, por ter se apaixonado e cortejado Cefrey Brightwood, a herdeira de uma família que sua família despreza, seus parentes não o ajudaram e ele não pôde evitar ser condenado ao serviço comunitário, tendo que se juntar a guarda da cidade. Em uma das tarefas da guarda, ele e seu pelotão tiveram que checar alguns eventos estranhos que haviam sido relatados em uma vila próxima, no caminho até a tal vila eles foram atacados de surpresa durante a noite por Drows. Em meio ao combate naquela noite chuvosa, vendo seus amigos caírem perante as lâminas e magias, tomado pelo medo da morte e pela ansiedade, Cohis sentiu que alguma coisa ou alguém em algum lugar havia mudado algo dentro dele, que uma força dentro de si foi solta e precisava ser liberada, assim, instintivamente, ele começou a falar em uma língua que não conhecia e a conjurar uma magia, fazendo raios caírem do céus em direção ao elfos negros, o que permitiu que ele matasse um bom número deles, mas infelizmente não lhes permitiu saírem vitoriosos. Os elfos capturaram os sobreviventes e os levaram ao subterrâneo, aonde seriam transformados em escravos. E assim Cohis passou 1 ano como escravo dos drows, tentando entender e dominar o poder que despertou naquela noite, esperando por uma chance de fuga, mal sabendo ele que durante seu tempo cativo os negócios da família iam mal, seus pais haviam desaparecido e Lenet, sua gentil e amigável irmã mais velha, tentava desesperadamente manter a família de pé.
Adventure Hook: Como escrito acima, durante uma patrulha da guarda até uma vila próxima ele foi emboscado e capturado pelo drows.

Nome: Lokthar
Raça: Meio-Orc
Classe: Barbaro
Historia :
Barlok e Guinev, dois meio-orcs de grande fama entre seu povo partem para uma guerra de dois povos, Guinev está gravida e mesmo assim quer ir para a luta por ter sangue de guerreira em suas veias, Barlok seu esposo tenta convenser Guinev a não ir, porem envao.

O Combate começa, é uma grande guerra que dura horas e mais horas, Guinev começa a sentir grandes dores em seu ventre e recua, Barlock tenta proteger o caminho e tem exito ao recuar, porem seu povo esta perdendo a batalha, não a tempo para uma retirada, Guinev esta em trabalho de parto, Barlock faz o maximo para proteger sua esposa, depois de uma hora de luta Barlock volta para a esposa insanguentado, com graves ferimentos, seu filho acabara de nascer, ele olha para criança e sorri, nesse momento ele toma uma machadada nas costas e cai, sua esposa em urro de violencia deixa a criança no chao e parte para cima do orc que matou seu esposo, ela mata o orc mais acaba se ferindo gravemente, ela volta para seu filho e se esconde perto de uma cabana.

Gravemente ferida, Guinev da um nome a criança ‘‘Meu filho, voce sera um grande guerreiro, meu Lokthar, sobreviva, lute e seja impiedoso com seus inimigos’’ para que ele não se esqueça coloca seu nome com sangue em suas vestes e em seu peito, perto de morrer um meio-orc a encontra com seu filho, ela como uma grande orc tenta se levantar para lutar mais sem forças nao consegue, o orc que a achara era um guerreiro ancião, ele olha para ela e pronuncia ‘’ nos ganhamos a guerra, acabou, vejo que esta quase morrendo, posso cuidar da sua criança, ensinarei ele a lutar e a ser um Orc’’ ela pergunta seu nome e ele responde ‘’ Meu nome e Durotan ‘’ então Durotan pegue-o e transforme-o num que é ser um grande orc, estica seus braços com a criança nos braços, Durotan o pega e olha para a criança rapidamente e quando olha de volta para Guinev ele ve que ela morreu.

Depois de volta da guerra, passa-se 5 anos, Lokthar já tem 5 anos, um Orc grande para sua idade e bem forte, Durotan treina com ele sem pena, ensinando tudo oque ele sabe a criança… Ao fazer 10 anos Durotan falecendo devido a uma doença, conta a historia de como ele se tornou o pai dele, Lokthar triste fala que o pai dele e Durotan e que sempre sera o Durotan.

Ápos a morte de Durotan, Lokthar partiu de sua vila no norte em direção há Waterdeep em busca de aventuras.Lokthar

Opa tudo bem? To procurando uma campanha mais longa pra jogar a algum tempo, tenho algumas idéias de personagem mas criei um especialmente pra aplicar pra essa. Espero que curta também!

Nome: Hagley
Raça: Tiefling(Descendente de Dispater)
Classe: Warlock Hexblade e Bardo
Alinhamento: Bom e Caótico
Background: Espião
Atributo(Após Bônus racial):
For: 8
Des: 15 (16)
Con: 12
Int: 10
Sab: 13
Car: 14 (16)

História: Hagley não tem lembranças dos primeiros anos de sua infância mas desde que se entende por gente considerou Lucius, o líder de uma companhia espiã com QG em Luskan. Apesar de sua aparência Hagley ganhou notoriedade por suas habilidades sociais naturais e sua inclinação especial em relação ao uso de magias e truques usados para a espionagem; Por isso Lucius sempre o tratou como um “filho”, dentro do que seria ser o filho de um líder de espiões, até que o dia em que o considerou apto a trabalhar por conta em nome de Lucius.
Em seu primeiro trabalho, devido a sua inexperiência, ele foi pego pelo sujeito sendo investigado e em um momento de fraqueza aceitou um empréstimo de poder de Shadowfell, sua scimitarra emanou energia e assim Hagley conseguiu escapar com vida deixando para trás uma carta de Lucius com os detalhes do que deveria ser feito. Assim, após alguns dias Lucius e a associação de espiões foi invadida por guardas já que seus negócios se baseavam em atividade ilegal, roubos e assassinatos. Hagley sem saber o que fazer e sem ter para onde voltar decidiu viajar por Faerun e nunca mais voltar a Luskan não só por medo do que a associação possa fazer com ele mas também por achar que ele seria procurado na cidade, assim sua aventura começou e Hagley descobriu uma nova aptidão com espadas e seu interesse por artes, música e histórias.
Após alguns anos viajando, em meio a uma noite fria de outono, Hagley se deparou com um poço escondido em uma alcova que parecia não ter fim e, como se em um momento de regressão à sua infância uivou ao poço, ouvindo em resposta os ecos de seu uivo, e após uns bons minutos se divertindo com a capacidade de eco de tal poço, montou acampamento e decidiu descansar; Hagley não lembra de como ou porque mas quando acordou, tudo era escuridão e quando em um pensamento alto disse: Ondécoto?! ouviu de uma figura sombria do lado de fora do que ele agora conseguia discernir como grades: No subterrâneo jovem demônio, e você será um ótimo escravo para nós Drows…

Nome: Cabelo

Raça: Anão

Classe: Ladino (Scout)

Alinhamento: “Leal” e Mal

Adventure Hook: “Trabalho fácil, Cabelo. Dinheiro rápido!” - Disse o pilantra do Orelha, filho de uma meretriz! Olha onde vim parar! Por isso não confiamos em magrelos, ele sabia que a tapeçaria era negócio de Xanathar!

3 Likes

Nome: Valdemar Jr, o meio dragão verde (ele não é verde)

Background: Entretainer (Tumbler, Fire-eater, Instrumentalist)

Raça: Kobold

Classe: Fighter (Cavalier)

Alinhamento: Caótico bom

Nascido para a grandeza, fadado ao sucesso e heroísmo, grande talento marcial, humilde e digno de seus títulos. Cresceu sendo treinado pelos melhores guerreiros de sua tribo para se tornar o melhor em tudo e assim herdar a liderança do seu povo.
Esse com certeza não é Valdemar, pois Valdemar acabou sendo levado prisioneiro pelos Drows e ele nem sabe o porquê. Mas Valdemar sabe de uma coisa… Que ele nem se lembra mais a quanto tempo está em Umbreterna.


(não é o Valdemar)

3 Likes

Well-met! Tenho interesse em participar dessa mesa acrecentando um personagem que chame o Subterrâneo de lar. Espero que goste!

Nome: Ulfgar Gorunn
Raça: Duergar (Anão Cinzento).
Classe: Clérigo da Forja.
Alinhamento: Neutro e Mau.
Divindade: Laduguer, O Protetor Cinzento.
Personalidade: Raramente expressa uma emoção diferente de determinação ou ira como aprendido com seu povo, normalmente só experimenta alegria quando está em sua forja trabalhando. Tem grande apreço por demonstrações impecáveis de habilidade que tenta colocar em suas lâminas. Recentemente experimentou o sentimento de pena e pagou caro por isso, apesar de sentir que foi um erro, será ele agora capaz de sentir pena mais vezes?
Antecedente: Acólito. Membro do culto á Laduguer.
História: Como o resto de seu clã, Ulfgar cresceu em Gracklstugh trabalhando nas forjas para o culto de Laduguer, O Mestre dos Ofícios, apenas com a assistência da drow Belarniss, sua escrava. Adorna seus equipamentos com espinhos ameaçadores que, na visão de um leigo, parecem espinhos enferrujados, mas são feitos com materiais e técnicas de um exímio artesão.
Por estar na companhia da drow justamente em seus momentos de prazer no trabalho, Ulfgar acabou criando um afeto por Belarniss e, pela primeira vez, entendeu o que é sentir pena vendo ela como sua escrava. Por isso, acabou quebrando a tradição escravista de seu povo e decidiu ajudar a elfa á escapar.
Seu primeiro ato de bondade, no entanto, teve uma terrivel consequencia. Ao levar a drow para sua cidade natal, ele caiu em uma cilada tramada por Belarniss e tornou-se prisioneiro dos elfos negros. A vingança da drow pelos seus anos de escravidão estava completa. Em sua prisão, suplicou o perdão de Laduguer e prometeu que, se liberto, descarregaria a ira de seu deus junto com sua própria ira em seus captores. Até Lolth temerá o nome Ulfgar!

Opa , boa tarde a todos

Tenho interesse em participar.

Nome: Anontep.

Raça: Humano.

Classe: Mago da Abjuração.

Alinhamento: Leal e Bom.

Antecedente: Eremita.

Personalidade: Esperançoso, amigável, cauteloso, disposto a se sacrificar.

Descrição: Negro com olhos castanhos, careca com tatuagens na cabeça e no rosto. Magro com traços atléticos por conta do trabalho braçal. Se veste com roupas velhas apenas seu pergaminho grande nas costas parece ser de boa qualidade.

História: Nascido no deserto e testemunha das atrocidades da magia maligna, Anontep dedicou sua vida para compreender os segredos arcanos para se defender de maldições, buscando proteger o mundo dos que usam a magia para o mal.

Após invadir a pirâmide do imperador, ele roubou e estudou os apócrifos da biblioteca. Anontep preenche seu pergaminho-grimório com magias protetoras enquanto procura por uma solução para libertar seu povo das mãos tiranas do imperador necromante que reina há milênios.

Anontep resiste em usar magia agressiva por já ter presenciado o poder dela quando utilizada para causar dor. No entanto, ele sabe que em muitos momentos o combate é necessário e para isso guarda os seus feitiços mais brutais para que a batalha seja sucinta e decisiva, evitando sofrimento e buscando apenas o melhor resultado possível dentre as prováveis mortes.

Adventure Hook: Estava nas margens de um rio estudando seu pergaminho-grimório quando seu capataz-zumbi o acorrentou com outros escravos e os trocou por algumas armas mágicas com um grupo de drows.

Seu destino agora está nos grilhões das correntes puxadas pela caravana drow que vaga o deserto somente com a esperança mantendo-o agarrado à vida.

Nome: Kael
Raça: Tieflig
Clase: Clérigo
Alinhamento: Neutro
Antecedentes : Acolito
Descrição: 1.80 de altura, pesando 82 kg, pele vermelha, cabelos negros e olhos amarelos.
Historia: Abandonado ainda bebe, foi criado como sacerdote em uma igreja que adoram os deuses da tempestade, onde aprendeu regras de convívio e a principalmente ajudar os atormentados.
Alguns anos se passaram e Kael partiu em busca de conhecer mais sobre o mundo e propagar o sua filosofia, não muito tempo depois de sua partida foi emboscado e agora é um prisioneiro nas maos de drows…

Es aqui meu personagem:

Nome: Chris Blackwood

Raça/Classe/Nível: Humano Ladino 1

Alinhamento: CN (Caotic/Neutral)

Divindades/Cultos: NA

Personalidade: És um ladino fanfarrão, não espere nada de bom de tal sujeito, a não ser que o pague.

Adventure Hook: E lá estava ele, seguindo apenas a direção que seu nariz aponta quando se vê em uma taverna, como de costume…

Tenho interesse

Nome: Svinirblank
Raça: Gnomo das profundezas
Classe: Druida (Dos esporos - ravnica)
Alinhamento: CN (Chaotic Neutral)
Personalidade: Depois de desenvolver um gosto por fungos e miconides, ficou rapidamente obcecado com isso. Tanto que ama essas “criaturinhas” pequenas (e grandes) de tal maneira que sempre busca uma forma de ajudá-los.
Background: Nasceu em Pedra do Massacre (Blingdestone), mas devido à invasão Drow, foi criado em Bosque Nuncaclaro (Neverlight Grove) em meio aos Miconides. Acabou tendo muita amizade com eles e por seu pai ser um druida guardião de Pedra do Massacre, seguiu os seus passos e acabou incrementando “o poder do fungo” às suas magias!
Adventure Hook: Atualmente está numa embarcação no DarkLake em direção à Gracklstugh, a cidade dos duergar, para realizar comércio de vários tipos de fungos com os anões das profundezas. Svinirblank gosta muito da cerveja que os anões fazem com alguns destes fungos :slight_smile:

Segunda opção de personagem (como já joguei essa campanha até a metade mais ou menos, esse era o meu perso nela):

Nome: Sombrak, o obscuro
Raça: Meio-elfo Drow
Classe: Ranger Lvl 8 (Conclave do caçador)
Alinhamento: CN (Chaotic Neutral)
Personalidade: Sombrak tem dificuldades para confiar nos outros (afinal, ele foi criado por drows) e assim ele dorme encostado em um muro ou árvore, abraçado com todas as suas posses.
Background: “Lembro pouco de meu passado. Tenho apenas este pingente que diziam pertencer à minha mãe. Capturada pelos malditos Drows em suas incursões pela superfície, logo depois teve um destino ainda mais cruel ao se tornar escrava de “meu pai”! Nascido escravo, acabei por conhecer as vielas de Ust Natha, a cidade das aranhas, com a palma da minha mão, enquanto buscava desesperadamente escapar. Quando tive idade suficiente para fazer alguma coisa, lutei em arenas e fiz parte de um grupo de revoltas de escravos na tentativa de conseguir o poder e a liberdade, mas tudo que consegui foram cicatrizes e mais decepções. Fiquei preso neste inferno quase que a vida inteira, <<spoiler alert, se não jogou essa campanha, pare por aqui>> até que um dia finalmente conseguir alcançar a tão aclamada superfície que tanto me falaram. Não é grande coisa aqui em Gautlgrim afinal de contas, mas é melhor que aquilo lá embaixo. Infelizmente, Bruenor está me pedindo para voltar… Espero que pelo menos neste retorno, eu possa acertar as contas com meu pai… Se ele estiver vivo ainda. Drows não toleram erros tais quais aquele miserável cometia!”
Adventure Hook: Com muito custo, Sombrak conseguiu fugir do subterrâneo até a cidade de Gautlgrim. Entretanto, Bruenor pede que ele retorne junto com um grupo de aventureiros para resolver um problema terrível que parece estar ocorrendo nas profundezas!

Olá, tenho interesse em participar, pois faz quase um ano que eu não jogo RPG como um Player.

Nome da Personagem: Yonah Daklin Har
Idade: 30 anos
Raça: Elfa Drow
Sexo: Feminino
Alinhamento: Neutral Good
Background: Nobre

História: Desde de o seu nascimento, Yonah cresceu em uma família de dois aventureiros que se tornaram nobres de Waterdeep. Seu pai, Ankariel era um rogue renomado entre grupo de aventureiros, e desde de pequena ele a ensinou nas artes da furtividade, luta com espadas curtas e arquearia, pois segundo ele “Um dia isso salvará a sua vida”.
Com o passar do tempo, Yonah fora ficando cada vez melhor nessas habilidades, porém, ela nunca entendeu o fato de seus pais serem tão rígidos no treinamento dela, como se de alguma forma, eles a estivessem preparando para alguma coisa que poderia acontecer. Contudo, durante toda a sua vida em Waterdeep, nada de ruim aconteceu com ela, até chegar um dia em que ela resolveu embarcar em uma jornada pelo mundo em busca de seguir os passos de seu pai.
Durante a sua busca por aventuras mundo a fora, Yonah se deparou com um mundo sombrio e sem esperanças, porém, devido a sua personalidade caridosa, ela sempre estava disposta a ajudar as pessoas que estavam ao seu redor, desde arranjar comida, até mesmo tentar achar um modo de arranjar dinheiro para elas.
Até que um dia, ela acabou por se deparar com um grupo de gnomos mercadores em apuros no meio das ruas de sua cidade natal. Ela os ajudou, e como forma de agradecimento, eles deram uma recompensa em dinheiro da qual ela aceitou. No entanto, antes que ela pudesse partir, eles fizeram uma proposta a ela, de ajuda-los a sair de Waterdeep com sua caravana mercante, e leva-los até Neverwinter, e como isso para ela era um início em sua vida de aventuras ela aceitou.
Porém em sua primeira missão como aventureira, que consistia em escoltar uma caravana de gnomos até Neverwinter. Ela fora atacada por um grupo de Drows que matou os gnomos, roubou as mercadorias da caravana, e a capturou para que ela seja levada para a grande cidade de Menzoberranzan, onde segundo eles “Nós iremos levar você ante a grande Sacerdotisa para que o seu destino possa ser definido”.
Durante o caminho de ida para Umbra Eterna (Underdark) os seus captores resolveram a interrogar para descobrir quem é essa misteriosa Drow da superfície. E depois de uma tortuosa e degradante interrogação eles acabaram por descobrir todo o seu nome Yonah Daklin Har. E por isso, os Elfos Negros acabaram por reforçar as palavras de leva-la a todo custo para Menzoberranzan.
Agora, Yonah se encontra presa entre os Drows, desejando achar uma oportunidade para fugir de suas garras.

Olá aventureiros! É chegada a hora. Agradeço imensamente a todos que demonstraram interesse e tiraram um tempo para trazerem seus personagens, mas infelizmente tenho apenas duas vagas. Então vamos logo ao ponto.

Os selecionados foram os @Zoidberg com o Anontep e o @Thiago_Ribeiro com o Cohis Dezlentyr.

Novamente agradeço a todos, e não deixem de acompanhar para novas oportunidades, e parabéns a todos envolvidos!