Os Reinos Esquecidos

Saudações aventureiros.
Inspirado pelo novo livro lançado para D&D 5E, “Tasha’s Cauldron of Everything”, mais especificamente na parte de “Patronos de Grupo”, resolvi abrir uma nova mesa.
Esta vai ser uma campanha mais aberta, nos Reinos Esquecidos (cenário oficial da quinta edição de D&D) aonde o patrono que o grupo vai me ajudar a criar na sessão zero vai ser aquilo que liga os aventureiros. Este patrono vai oferecer benefícios e em troca o grupo vai estar, em maior ou menor escala, a disposição deste patrono para fazer os mais variados trabalhos.
Ao contrário da maioria das campanhas oficiais, aonde os aventureiros estão muitas vezes tentando salvar o mundo de algum arquivilão, esta aventura vai ter um escopo menor, abrindo mais a chance para que a história e personalidade dos personagens ganhe destaque na trama.
Agora para as informações básicas:

Sistema: D&D 5E
Data: Todos os domingos, das 16h até as 20h
Requisitos: headset, Discord e navegador (preferência Chrome)
Vagas: 4 ou 5

Não é necessário ter conhecimento sobre D&D nem saber usar o Foundry VTT para jogar.

Para jogar nessa mesa, você vai precisar sempre seguir duas regras:

  1. Não falte às sessões sem avisar antes.
  2. Não seja um(a) cuzão.
Além disso, caso esteja interessado em participar, escolha DUAS destas opções de patrono que você acha mais interessante para construir uma campanha ao redor:
Academia

Este tipo de patrono lida com a busca por conhecimento. Pode ser desde uma universidade, um colégio de bardos, uma guilda de arcanistas, um monastério recluso, uma conspiração à lá Illuminati, um museu em busca de artefatos. Missões para este tipo de patrono envolvem lidar com conhecimentos ocultos, explorar masmorras de civilizações perdidas, procurar e capturar criaturas extraplanares… enfim, tudo que possa interessar cientistas e arcanistas medievais.
Criatura Anciã

Este tipo de patrono é na verdade uma criatura extremamente poderosa. Um dragão, um lich, um diabo, etc. Missões para este tipo de patrono dependem muito de qual criatura é o patrono, mas em geral envolvem ser uma “mão” para carregar os desejos desta criatura através dos planos de existência.
Aristocracia

Este é o mais tradicional dos patronos. Pode ser um nobre, um mercador de alto perfil, um príncipe dos bárbaros, ou alguém jovem que nasceu em berço de ouro e está destinado a governar (estilo Joffrey, do GoT). Missões para este tipo de patrono podem envolver diplomacia, espionagem, assassinato de rivais… Tudo que alguém nesta posição precisa/deseja designar para outro fazer.
Sindicato do Crime

Também bastante tradicional, este tipo de patrono envolve guildas de ladrão, sociedade de assassinos, contrabandistas, piratas… todos os tipos de malfeitores. Missões podem envolver heists, assassinatos, escoltas, etc.
Guilda

Este tipo de patrono envolve uma guilda, um grupo de pessoas que perseguem o mesmo interesse comercial, como por exemplo uma guilda de artesãos, mercadores, banqueiros, procuradores de itens com propriedades mágicas, etc. Missões para este patrono podem incluir escoltar caravanas, adquirir bens exóticos (como por exemplo caçar dragões para coletar suas escamas), eliminar um rival (sem assassinato), coletar dívidas, etc.
Grupo Militar

Estes patronos se envolvem em atividades militares. Podem ser um exército de algum país, uma companhia mercenária, uma força expedicionária explorando um local pouco conhecido, uma horda de bárbaros, uma cavalaria alada, etc. Missões podem envolver assaltos em bases inimigas, resgates de pessoas importantes, reconhecimento, caça a criminosos ou desertores, etc.
Ordem Religiosa

Este tipo de patrono é uma ordem religiosa dedicada a um objetivo específico. Podem ser caçadores de mortos vivos, caçadores de licantropos, coletores de escrituras e artefatos sagrados relacionados a um deus específico, missionários dedicados a caridade, inquisidores dedicados a promover os dogmas de sua religião, etc. Missões podem envolver escoltar devotos em território hostil, recuperar uma relíquia sagrada, caçar um culto maligno, tentar evitar a concretização de uma profecia antiga, etc.
Soberano

Este patrono é similar ao Aristocrata, porém trata-se de um líder de uma nação, cidade-estado ou instituição privada. Pode também ser um antigo chefe lendário de uma tribo que foi revivido e agora busca restaurar a glória perdida de seu povo. Missões envolvem tudo que possa interessar um governante, desde diplomacia, espionagem internacional, eliminar corrupção interna, etc.
As opções de missões aqui escritas são ideias de o que o grupo vai estar fazendo quando estiver a trabalho de seu patrono, mas não estão limitadas a isso.
Como escrevi lá no começo, o patrono específico será criado na sessão zero, e depois disso vamos criar os personagens para esta campanha, de acordo com o tema (patrono) escolhido.

Aguardo aqui suas respostas, e boas rolagens!

4 Likes

Pode me contar nessa! Esse horário de domingo é excelente pra mim! Gostaria de um conceito de personagem? No casto eu jogaria com o novo Rune Knight

Eu escolho Criatura Anciã e Aristocracia

OK gostei muito da proposta da mesa e esse horário é excelente para mim.
Desde que eu ouvi falar que o ranger foi mudado eu gostaria de testar para ver como ele ficou então o meu personagem seria algo bem genérico para essa classe. Um Humano Variante Ranger.
Sobre os patronos Academia e Aristocracia seria bem legal. Pos poderia ter historias legais juntando os dois, como " uma nova masmorra foi descoberta que tipo de riquezas e civilização tinha lá?" é isto.

Opa, gostei bastante da ideia
Tenho um personagem em mente mas nao e nada concreto ainda, seria um meio-elfo druida
A respeito do patrono, me interessei por Ancia e Academia.

OK gostei bastante da proposta da mesa, embora não sei se daria para jogar todos os domingos por ter viagem e eventos familiares vez ou outra…
Sobre os patronos eu gostei de várias dessas temáticas e não teria problema em jogar com quase todas, a religiosa apenas se fosse do meu mínimo interesse…hehe. Mas a Academia para mim é algo extremamente interessante assim como o Soberano, que possivelmente ser alguém lendário ou ressuscitado quer dizer que também vamos explorar coisas esquecidas no tempo que ele pode ter escondido ou selado o que torna também bem interessante.

Tenho interesse no conceito que criou. Gostei especialmente da Aristocracia e da Guilda. Tenho várias ideias de personagens e não costumo decepcionar na hora de escrever uma história nos bastidores. Criar vidas diferentes em mundos diferentes. Pode contar comigo!

Ok pessoal, creio que fechamos as vagas da mesa.

@Arcravager , @Anorak, @Mateus_Ferreira, @Akachin_Neves e @Carlo_Filippo_Dall_O

Vou chamar vocês no Discord pra gente combinar os detalhes.

Este tópico foi fechado automaticamente após 60 minutos depois da última resposta. Novas respostas não são mais permitidas.