One piece 5E

vocês já sonharam em ser piratas?, Em ter toda a liberdade que esse mundo tem a lhe oferecer? Em não precisar da satisfação a ninguém?, Então eu acho que você queria ser alguém bem rico… Maaaas ser um pirata também serve, sendo assim venha nessa aventura pelo vasto mar que ainda não foi totalmente explorado, venha e se tornar o rei dos piratas, venha se tornar o homem que conquistou tudo que esse mundo tinha a oferecer, e o mais importante, venha se divertir!

Olá, Meu nome e Pedro e essa mesa e inspirada no meu anime/manga favorito(pelo menos ate agora) One piece!, a mesa usara a 5E, apesar de muitas coisas do anime não estarem presentes (como haki, akuma no mi etc) eu ainda pretendo manter bastante a essência do mundo (como briga entre tritões e humanos etc)
Como funcionara a magia: Bom, a magia será um conceito novo, descoberto a pouco tempo ou seja, não será fácil comprar pergaminhos etc, as magias que envolvem um patrono (Bruxo, Paladino, Clérigo, etc) serão da mesma forma, sobre os deuses existentes?, bom, pode “criar” o seu, caso não queira pode pegar algum do panteão de forgotten.
Capitão?: bom, obviamente o navio precisara de um, bote duas coisas na sua lore, o pq você deveria ser o capitão, quando todos os jogadores forem selecionados, eu escolherei algumas e deixarei os jogadores decidirem entre eles, caso você não queira ser capitão, ou não esta com saco pra criar uma lore do pq você deveria ser o capitão não tem problemas, apenas a primeira parte contara para mim
Como funcionarão as outras raças?: bom, no One piece as únicas raças que existem são humanos e tritões, porem todas serão permitidas, de onde elas vem?, bom… como eu falei não e exatamente o mundo de one piece, então tanto faz.
deixarei algumas coisas resumidas no fim do post, PS: jogadores novos são bem vindos, tanto quanto jogadores experientes, então não tenha medo de mandar a sua historia só pq você e iniciante ou algo do gênero
PPS: personagens maus não serão permitidos, assim como puro neutro. Mau não pq eu não tenho cabeça pra mestrar pra personagem maligno, e puro neutro pq tenha dó ne, um pirata puro neutro iria ser engraçado

*Sistema: dungeons-and-dragons-5e
*Plataforma: Roll20
*Requisitos: Microfone
*Data/Horário: A decidir com o grupo, mas provavelmente nos finais de semana

  • Periodicidade: Semanal (ou não, depende da disponibilidade do grupo
  • Número de vagas disponíveis: 4 a 6
  • História/Adventure Hook: De qual mar você e? pq você virou um pirata? pq você que ser o capitão?
  • Critérios de Seleção: Saber ao mínimo o conceito de one piece
2 Likes

Em que momento do anime/mangá a aventura irá se passar? Depois da Guerra, antes de Skypiea, depois de Thriller Bark… Ou isso é irrelevante?

Cara se for no horario da noite ou sexta estou realmente interessado =D assisti one piece até o arco de Zou, mas faz tempo que assisti entao vou ter que dar um pesquisada pra lembra um pouco do mundo, se fosse pra criar um personagem me inspiraria ou no brook ou no sanji, uma pergunta, voce daria funçoes secundarias no barco estilo one piece quando o luffy saiu a procura do bando? (navegador, piloto, medico, cozinheiro, segundo em comando, etc)

Isso. Eu também gostaria de saber como seriam as outras funções do bando. Acaba servindo como guia para a criação de personagem.

Também tô interessado, gostaria de saber se principalmente se não levarei nenhum spoiler, parei o anime na metade de Zou para deixar acumular e o mangá ainda estou em Thriller Bark, lendo lentamente.

Mais tarde irei enviar minha lore caso
confirmado que não irão haver problemáticas com spoiler.

Ola, finalmente alguem que pensa que nem eu ,quero muito participar dessa mesa pois é meu anime/manga favorito então lá vai a lore
Nome: Goji Vinsmoke
Raça: Humano
Classe: Guerreiro
Mar: North Blue
Lore: Depois que Jajji fez seus filhos ‘perfeitos’ seu irmão Dojji resolve fazer o mesmo mas possuindo muito menos recursos apenas conseguia fazer um. Mas tendo pouco dinheiro e pouco dinheiro a experiencia falha e nasce uma criança normal, furioso com a situaçao manda a criança e sua mãe em bora para bem longe onde essa criança possa apodrecer sem saber quem ela poderia ser. Depois de anos passados Goji ja com seus 14 anos descobre por sua mãe quem ele era mas algo acontece com sua mãe, ela fica rapidamente doente e fica a beira da morte e conta a seu filho que ela avia sido envenenada para morrer rapidamente mas aguentou 14 anos por tomar um antidoto que roubou antes de partir, ela conta para Goji quem ele é e quem era sua familia, puto Goji faz uma promessa, ele treinaria ate seus 16 anos e viraria um pirata para esfregar na cara de seu pai que ele não perdeu nada. O que Goji encontra é um dojo que um mestre ensina a crianças a usar espadas e ele entra na hora e apenas estranhou um rapaz de cabelo verde la.
O motivo dele querer ser o capitão é para demonstra para seu pai que não se descarta ninguem, principalmente alguem ‘normal’

Ps: to aberto a mudanças se me escolher podemos mudar a lore avonts

Nome:
Hellen Ford

Raça:
Humana (Mas talvez eu use os atributos de outra raça)

Classe:
Artificier (UA)

História / Adventure Hook:

“Eu serei a maior inventora do MUNDO!” Hellen Ford

Nascida em uma pequena e esquecida ilha na Grand Line, Hellen viveu boa parte de sua vida com seu irmão Harry Ford. Sua ilha não era muito rica, mas possuía muitos minerais que movimentava a economia da mesma… Devido aos seus poucos recursos, eles não possuíam uma guarda para protegê-los de saques e ataques de pirata, e a marinha não os dava a devida atenção pelo fato deles não contribuírem [significativamente] de forma monetária para o governo mundial… Mas mesmo com todas essas mazelas, Hellen era feliz com seu irmão que todos chamavam de “Rei das Explosões” por dia sim, dia não, explodir a casa deles com alguma invenção sem pé ou cabeça, era algo inusitado que assustava os vizinhos, mas que Hellen adorava, ela acreditava quando seu irmão dizia que seria um grande inventor, um inventor tão formidável que criaria coisas para ajudar todas as dificuldades das pessoas!

Certo dia, depois da ilha deles sofrerem um violento ataque pirata, que após os saquearem (como sempre), este bando os maltrataram e mataram alguns aldeões por simples prazer… Aquilo para Harry tinha sido a gota d’água… Além de perder amigos naquele dia, outras pessoas que ele se importava (inclusive sua irmã) poderia ter sido morta e eles não poderiam fazer nada por serem fracos… Foi então que ele começou a desenhar um protótipo de arma com os recursos da ilha… Demorou semanas, até que ele veio com uma arma louca para os moradores da rua “THUNDERCANNON! Uma arma que dispara rajadas de choques! Com isso aqui… Nós provavlmente… Não, provavelmente não… CERTAMENTE PODEREMOS NOS DEFENDER SOZINHOS HAHAHAH!” Dizia ele aos moradores todo orgulhoso de sua criação… Muitos moradores na época não colocavam muita fé na criação dele, pelo seu histórico de criações defeituosas, mas pelo nível de desespero que eles possuíam com o crescimento da pirataria desde a morte do Rei dos Piratas, eles decidiram dar uma chance para criação do louco inventor… Com o consentimento de todos ali, ele começou a construir aqueles rifles para todos os locais.

Chega o dia derradeiro: Quando mais uma vez à ilha deles seriam saqueada, os moradores pegaram os rifles construídos por Harry e se prepararam para proteger a ilha… Todos estavam nervosos em relação a efetividade daquela arma, exceto é claro por Harry e sua irmã que acreditava em todos os projetos loucos de seu irmão… Quando os piratas haviam atracados na ilha, grande parte já estava preparada, escondida na costa… Quando um grupo de piratas saiu do navio, os moradores atacaram e pior aconteceu: a maior parte dos rifles não funcionaram e alguns simplesmente explodiu ao serem disparados… Aquilo havia colocado um semblante de terror nos moradores, inclusive na de Harry que via sua invenção falhando em um momento inoportuno! No entanto, os poucos moradores que tinham seus rifles em funcionamento mesmo sendo simples aldeões sem nenhum conhecimento militar anterior, conseguiu usar com efetividade seus rifles e, talvez por milagre, conseguiu afugentar aquele grupo de pirata!

Todos ficaram abismado no poder e efetividade daquela arma! Pela primeira vez Harry realmente tinha construído algo útil, pela primeira vez à olha deles havia conseguido se defender dos piratas! Uma grande festa foi feita na ilha em comemoração daquele grande feito! Agora podendo se defender e com um item único, a ilha finalmente começou a prosperar!

Tudo parecia perfeito para Hellen, Harry e os moradores da ilha… Mas alguns anos se passaram é a ilha foi visitada por alguns agentes do governo mundial… Eles diziam ser da Cipher Police… Diziam que queriam fazer a Thundercannon como uma arma oficial da marinha, que o levariam para trabalhar com um tal de Vegapunk… Harry vislumbrava em finalmente poder transformar seu sonho em realidade, no entanto, aqueles homens queriam que ele fizesse alterações naquela arma, queriam que ela fosse mais “letal”, e isso era algo que ia contra os princípios de Harry, que negou a oferta daqueles homens que se retiraram da ilha irritados com a recusa da oferta, mas deixando com ele um Den Den Mushi, caso ele mudasse de idéia é que eles estariam “próximos” caso eles precisassem de “ajuda”.

Naquela mesma noite, como se tudo já tivesse sido armado, a ilha foi atacada por uma frota de navios piratas! Mesmo com as armas os moradores possuíam, eles seriam superados pelos números dos piratas e seus vários navios munidos de canhões… Era uma luta perdida e Harry no fundo sabia que aqueles homens do governo estariam envolvido de alguma forma com aquele ataque, pois ele não acreditava em “coincidências”… Com uma derrota eminente, Harry pegou o Den Den Mushi que aqueles oficiais haviam lhe deixado e suplicou pela ajuda deles e que se eles o fizessem, ele aceitaria fazer qualquer modificação em sua criação para o governo mundial… Para alimentar o fato que aquilo tudo parecia ter sido armado, com a chegada dos barcos da marinha e da Cipher Police, os navios piratas fugiram sem qualquer tipo de resistência…

Com um sorriso malicioso, os oficiais vieram cobrar a promessa feita por Harry, exigindo que eles o acompanhasse até quartel da marinha na metade da Red Line, onde de lá ele seria realocado a um laboratório do Governo Mundial.

Sem poder levar sua irmã, este se despede dela, deixando com ela seu primeiro rifle construído e as seguintes palavras “Sabe Hellen… Não fique triste, você precisa se manter forte e focada para os demais da vila Hellen… E não digo para protegê-los, pois quem protege são heróis, nem digo para destruir seus inimigos, pois quem destrói são vilões… Mantenha-se forte e focada como uma inventora que você é, não alguém que protegerá ou destruíra coisas… MAS COMO ALGUÉM QUE AS CRIA!” Fala antes de ser levado pelos oficiais

Com lágrimas nos olhos, Hellen se abraça ao seu irmão, sendo afastada por aqueles homens que o levavam… Harry tenta manter a postura, mas ele ao dar as costas também esta chorando com a situação, mas deposita sua confiança que sua irmã o superará um dia…

Alguns anos se passaram… Hoje com 18 anos, Hellen vive como uma engenheira tão louca quanto seu irmão, criando coisas para tentar ajudar as pessoas de sua aldeia (fazendo com que ela exploda sua casa, dia sim e dia não) e ajudando com a milícia de segurança da ilha que foi formado nos últimos anos para coibir de forma mais efetiva o ataque de piratas. Ela espera um dia poder viajar pela RED LINE e descobrir os diversos problemas das pessoas e ajudá-las com suas criações, como seu irmão queria fazer um dia… E talvez, nessa busca, encontrar seu irmão que ela nunca mais ouviu falar desde aquele fatídico dia.

Alinhamento / Personalidade:

Neutro & Good / Ela é bem energética, usa palavras complicadas em suas frases (inventando até algumas, e dizendo que elas EXISTEM) e acredita que ela pode criar qualquer coisa para qualquer tipo de problema (como um Magyver, mesmo que essas invenções improvisadas acabe sempre explodindo). Ela tem um preconceito com piratas, mas porque ela sempre encontrou os piores deles em sua ilha, mas um grupo bom e com a possibilidade dela poder desbravar ao mundo provavelmente a faria se juntar a uma.

Funções no bando:
Atiradora / Mecânica do barco

Disponibilidade:
Sexta - Após as 23hrs
Sábado - Das 14hrs às 19hrs.

1 Like

Você falou q as unicas raças q existem são tritões e humanos, mas existem também aquelas tribos de braços com articulações(humano variant), os caras com as pernas compridas(humano variant), os minks(podem ser tabaxis ou shifters), os tontattas (podem ser gnomos ou halflings), gigantes acho q não são jogaveis pelos players, mas existe também, existem centauros. A idéia é mt boa, mas preciso saber se essas raças podem rolar xd para então, criar meu personagem, grato pela atenção, digo, fazer essa associação ai, posso criar um tontatta e dizer q ele é um gnomo?

1 Like

Eu nunca assisti One Piece, quer dizer, parei no ep 60 ( que comparado ao tamanho do anime, não é nada )

Consigo entrar mesmo assim ?

Cara acho que você entendeu errado, quando eu citei os humanos e tritões foi so um exemplo, tanto que eu botei “etc” depois, e eu também falei que poderia sim se criar raças que não existem no One piece (elfo, Genasi, Azimar, etc) ate pq como eu disse o universo não e exatamente o mesmo, o plot e o mesmo de one piece?, sim, vou botar alguns personagens icônicos? com ctz, mas pode ter a sua liberdade criativa com raças, classes etc

O universo não e o mesmo, apesar do mundo ser, então se você quiser criar algo que linka com a guerra dos melhores, skypedia, etc pode, mas isso dificilmente mudara muito a campanha, ate pq o universo não e o mesmo, não existem akuma no mi, não existe haki, então se quiser linkar algo show, mas e irrelevante

1 Like

Manda a sua ideia ai cara, não precisa ter visto o anime todo “só saber do que se trata” já e o suficiente pra mim :3

Eu iria definir isso com o grupo, mas sim, tem uns kits de ferramentas na 5E que são bem semelhantes então sim, cada um vai ter a sua função não, não precisa se preocupar com isso

1 Like

Eu sou um baita fã de One Piece então, pq não. Joguei um pouco do De&D 5E, mas ainda me sinto inexperiente. Enfim vamos lá
Nome: Bardock (Bardo)
Raça: Humano
Classe: Monge
Mar: South Blue
Caótico / Bom
Lore: Nascido em uma pequena ilha do North Blue, crescido em meio a bêbados, brigas e assassinatos, cá estou eu Bardock. Criado com muito carinho pelo meu tio (Eloy), nunca conheci meus verdadeiros pais, mas também para que se importar, não é mesmo? Sempre me preocupei mais em ajudar meu tio na movimentação de seu bar, mesmo ele sendo um senhor de meia idade, tinha um animo de dar inveja em qualquer jovem. Sempre ia muitos arruaceiros no local, muitos falando sobre quantos lugares haviam conhecidos, quantas pessoas e ouros haviam conquistado, chegaram a falar sobre homens com partes mecânicas e animais falantes, eles eram piratas…eu sempre achei aqueles contos fascinantes, só em pensar que havia todo um mundo fora daquela pequena ilha, e que eu podia fazer o que eu quisesse, era incrível. Com o tempo eu acabei interagindo mais com eles, participando de certas brigas que era corriqueiro e as vezes até tomava uns sakes escondidos. Até que apareceu aquele que viria a mudar minha vida, o velho Durden, uma pessoa peculiar, careca na parte de cima mas tinha um longo cabelo na nuca, parecia uma crina e ainda tinha uma barbixa que formava uma trança, mas o mais curioso era o ar puro e leve que ele emanava. Depois de muito conversar, já o via como um irmão mais velho, ele me ensinou a lutar, e a controlar as minhas emoções. Era bem divertido.
Era tudo ótimo até que um dia acordei aos sons de gritos, saí correndo de casa com meu tio, a cena que eu vi era surreal, casas pegando fogo, pessoas sendo baleadas, eu não conseguia entender. Estávamos sendo atacados. Simplesmente corremos a procura de algum lugar seguro, no meio daquela confusão eu não conseguia fazer nada além de chorar. O lugar que eu nasci, havia se tornado chamas e pó. Era um campo de batalha. Até que finalmente ele conseguiu me levar para o antigo bar da família, não entendi o por que daquele lugar, mas antes de conseguir perguntar ele simplesmente me abraçou, senti algo estranho nele, até que percebi ele tinha sido baleado. Eu não conseguia falar, estava em choque, mas com um sorriso no rosto ele me disse, “Faça o que eu nunca consegui fazer, viva, conheça novos lugares, faça amigos, se aventure. Sua vida só está começando, seja forte e viva, por mim, por você e pelos seus pais que deram a vida para te proteger, viva”.
Enquanto ainda segurava o corpo do meu tio em meus braços, sem esperança, sem nada. Senti uma energia positiva, boa, não podia acreditar, no meio desse inferno ainda tinha uma esperança, Durden. Sem explicar me pegou pelos braços e me levou para o seu navio, depois daquele dia ele se tornou o meu sensei e irmão. O implorei para que me treinasse, não podia continuar sendo fraco, aquilo que aconteceu, não podia deixar que acontecesse novamente. Depois de muito treinar, mesmo mantendo velhos hábitos como a bebida e umas brigas de vez em quando eu consegui me isolar e controlar totalmente minhas energias tal como minhas emoções. E hoje em dia graças a toda a desgraça que me ocorreu sou um lutador hábil. Nunca perguntei o por que dele ter me salvado e nunca me importei. Hoje em dia com meus 20 anos decidi seguir meu caminho, agradeci meu grande amigo por tudo, mas já passou da hora de eu conhecer um pouco mais desse mundo.

O melhor pra mim seria após 22:00. Ou Domingo a tarde.

EU QUERO SER O CAPITÃO!

  • Periodicidade: Semanal: sexta depois das 23h é bom pra mim, sábado a tarde também.
  • História/Adventure Hook: Van D. Gullit, nasceu e cresceu nas ilhas do céu porém, quando enel desapareceu, ele finalmente se viu livre da opressão e resolveu descer ao mundo terrestre em buscas de aventuras e de seguir seu sonho. Seu sonho sempre foi explorar todo o mundo. E durante suas viagens, acabou se deparando com um tenryubito, no Arquipelágo Sabaody. Este tenryubito, possuia muitos escravos, fato que revoltou Van, em função da opressão que sentia antes, seu lado empático gritou alto e aquilo realmente o perturbou, porém, Van, sabia que não tinha poder para fazer nada a respeito, então, ele resolveu recrutar uma tripulação sob a bandeira de libertar todos aqueles que forem escravos e livrar o mundo da opressão, principalmente do governo mundial e dos tenryubitos.
    Ele ouviu falar em um grupo, intitulado de exercito revolucionário, mas nunca encontrou nenhum deles e não sabe oq pensar, pois nunca os conheceu.

Raça: Halfling
Classe: Ladino

BANDEIRA DA MINHA TRIPULAÇÃO PIRATA:
ps: ela grita em nome das vozes daqueles que são oprimidos.

2 Likes

Eu não planejo dar spoiler no inicio, mas depois de 30 sessões fica difícil ne xD, mas manda ai tua ideia ai meu consagrado

Olá, primeiramente Digidin, segundamente obrigado a todos que se inscreveram na mesa, serio mesmo eu achei que eu nunca acharia players o suficiente pra jogar essa aventura que eu já tinha arquivado a tanto tempo, Os players que foram selecionados foram

@Case
@legit
@Lucifer
@Dendeff
(entre outros que me mandaram suas ideias no privado)
Mais uma vez eu queria agradecer a todos por terem dado atenção a minha mesa do meu anime e manga favorito ate hoje
(PS: se alguém da @staff pudesse fechar o post eu agradeceria :3)