O Chamado de Valkaria

Título: O Chamado de Valkaria
Sistema: D&D 3.5 (NÃO é Tormenta RPG)
Estilo: Fantasia medieval ambientada no mundo de Tormenta
Dias e horários: Quartas, 21h
Vagas: 4
Faixa Etária: 18+

Descrição:
Arton é um mundo de problemas.*
Naturalmente, heróis são necessários para proteger-lo de tantos perigos - e estes existem, em todos os tamanhos e formas. Arton é um mundo de heróis e aventureiros. Eles estão em toda parte, nos reinos, cidades e aldeias. Para cada dez ou doze pessoas normais, existe pelo menos um ser com habilidades especiais de combate ou poderes místicos. O heroísmo é trabalho comum em Arton - seja para façanhas menores, como espantar os lobos que espreitam uma aldeia, até; batalhar contra vilões supremos. Existem heróis menores, locais, que protegem suas próprias aldeias, vilarejos e tribos bárbaras; e há também os grandes campeões, lendas vivas que combatem pelo destino do mundo.
E a cidade de Malpetrim é um tradicional ponto de encontro para esses aventureiros. É ali que muitos deles começam as suas carreiras de “heróis profissionais”, seja de forma planejada ou por conta de dados realmente excepcionais rolados por Nimb…

Se você leu até aqui, parabéns, você quer mesmo jogar! :D
Agora preciso que escreva uma história do seu personagem. (deve abordar pontos como nome, idade, sexo, família, acontecimentos importantes, personalidade, objetivos e motivações. E um link com uma imagem que represente ele). Vou escolher as que eu gostar e/ou se encaixarem mais pra história.
Pode viajar, pois se eu precisar fazer alguma adaptação a gente conversa sobre alternativas.
Podem usar qualquer raça de Ajuste +0 (de qualquer livro 3.5, inclusive as Dragon Magazines. Se a raça for diferente das apresentadas nos livros de Tormenta, vale a deste últimotimo (mas se quiser MUITO a outra versão, a gente conversa).

Se atentem apenas para essas coisas:
– Não façam personagens malignos (não adianta mandar o clássico “sou Caótico e Neutro, faço o que eu quiser, inclusive assassinato a sangue frio”);
– Não precisa ser super experiente em D&D para jogar (se já jogou mais de uma vez qualquer edição, tá valendo!) e nem conhecer o cenário (se conhecer, lindo!);
– O jogo vai começar na cidade de Malpetrim (não conhece? Google it!) e os personagens precisam morar ou estar lá

de alguma forma (“seje” criativo).

PS: Eu recompenso bons backgrounds! ;)

Qualquer dúvida, podem me chamar aqui ou no Discord: Sunda#6301

3 Likes

Nome jogador Sucimir( Iron)
Idade:26
Jogo: D&D 3.5 desde quando tinha 18 anos, mas esporadicamente nos sábados e domingos.

Nome personagem: Alzarim
Personagem: 20 anos
Raça: Humano
Classe: Guerreiro
Sexo: Masculino
Tendencia: Bom e Leal

Historia: Alzarim é um guerreiro, descendente da família Graylock, família essa de grandes aventureiros, estes criaram o clã do aço, clã dos mais mortais guerreiros Liderados por seu pai Arthos, infelizmente seu pai depois de 10 anos da criação do clã não deu continuidade ao clã preferindo viver uma vida simples como fazendeiro delegando a seu irmão Dalkon a liderança do clã, acontece que Dalkon veio a morrer na guerra dos 100 dias, dando fim ao clã do aço. Alzarim e dedicou sua vida ao desenvolvimento pessoal e ao combate para então pode reerguer o clã do aço, clã hoje extinto por conta da morte de seu tio Dalkon, morto em batalha,.
Alzarim alistou-se quando tinha 19 anos nas forças militares a fim de arrecadar dinheiro para reerguer o clã do aço, sabendo na cidade de Malpetrim havia a necessidade de soldados, foi a cidade a fim de alistar-se nas fileiras do exercito, jurou pelo código de sua cidade defender os moradores de sua cidade e proteger o rei, no entanto seu verdadeiro objetivo desenvolver-se como um nobre e reerguer o clã do aço, ouvido os rumores sobre a cidade de Malpatrin e as novas aventuras decidiu dar inicio a sua reputação a fim de que todos conheçam seus feitos e assim então possa reerguer o clã do aço.

1 Like

TO dentrooo !
depois eu mando o CHar ! =D

Ola gostaria de participar

Nome: Artha
Idade: 19
Sexo: Feminino
Raça: Meio-elfo
Classe: Bardo

Artha vem de uma família considerada pela sociedade como misteriosos ou por sombrios, por que quando alguém da família Foki aparece é um pressagio de algo horrível, ou para o reino ou mesmo para o mundo. Muitos dizem que os Foki são entidades enviados pelos deuses para ‘tentar’ salvar algumas vidas não só pelas tormentas mas também pelos outros desastres que ocorrem nesse mundo. Artha e sua mãe Milenia são as ultimas Foki que se sabe da existência, pois seu pai Muldor desapareceu depois da ultima tormenta e foi considerado como morto, mas não pela Artha, depois de pensar muito Artha resolve partir em sua própria aventura e tentar encontra seu pai e também tenta descobrir que tipo de ‘benção’ ou ‘maldição’ assola os Foki.

Eu acho que viajei um pouquinho e não deu muitos detalhes mas foi isso que pensei então vai esse mesmo

This topic was automatically closed after 3 days. New replies are no longer allowed.

@Sollon_Lima, conseguiu os seus jogadores? O pessoal aí está interessado…