Chronicles of Albigard – Segunda Chance

Olá Aventureiros corajosos de todos os reinos da Existência, meu nome é Eduardo Giovani e hoje eu estou aqui para uma segunda chamada à todos aqueles que desejam participar de Chronicles of Albigard. Lembrando de que essa aventura é totalmente customizada de D&D 5ª Edição.

A sinopse do Mundo é o seguinte:
Após incontáveis anos de guerras e desgraças o Reino de Albigard finalmente foi fundado e os seus inimigos os Ketzer foram derrotados pelas forças conjuntas da recém fundada religião Cristã e os legionários comandados pelos Quatro Fundadores.
Agora com a paz finalmente estabelecida no reino as legiões se focam em procurar os focos recentes dos Ketzer, de silenciar vozes rebeldes contra o governo e de explorar as terras além das Exoren Shur (Cordilheiras de Enxofre) e as Ilhas Deserticas em busca de outros povos dos quais eles possam estabelecer relações comerciais e diplomáticas.
E nesse contexto de relativa paz, o Governador da Província de Murah pede ajuda a Ordem dos Inquisidores para solucionar um problema de estranhas e grotescas aberrações que estão atacando os cidadãos.
Então, recebendo esse pedido a Comandante Mor dos Inquisidores manda um grupo de novatos sob o comando de Mary Jane Morguenstain para solucionar os mistérios que assombram a ilha e destruir essas aberrações, ou morrerem tentando…

Ficou tentado a jogar? Então se atente nos requisitos básicos para que você possa embarcar nesse mundo de mistérios.

Os requisitos do jogador são:

  • Ser maior de dezesseis anos.
  • Conhecimento das regras do sistema de D&D 5ª Edição.
  • Há quanto tempo você joga RPG.

Atingiu os requisitos, então aqui vão as regras para que o seu personagem seja capaz de enfrentar os desafios de mundo:

  • Sexo
  • Idade
  • Raça
  • Classe
  • Alinhamento
  • Personalidade
  • Afiliações
  • Adventure Hook: seja bom ou ruim. O que motiva o seu personagem a desbravar os mistérios de Albigard?

Campanha

Título: As Crônicas de Albigard
Sistema Utilizado: Dungeons and Dragons 5ª Edição
Data e Horário: Sábado dia 16/02/2019 terá início na parte da tarde ás 20:00H
Vagas: 2

OBS: Lembrando que está é a segunda chamada, se você não conseguiu entrar na primeira, essa pode ser a sua chance, mas lembre-se de completar todos os requisitos para que você consiga jogar.

3 Likes

Ser maior de dezesseis anos: Minha idade e de exatamente 16 xD.

Conhecimento das regras do sistema D&D 5ª Edição: Eu jogo ela a uns 3 anos… então acho que isso conta como experiência xD.

Há quanto tempo você joga RPG: isso já faz um pouco mais de tempo, uns meses a mais doq o tempo que eu jogo a 5E

Agora sobre o meu personagem, só um detalhe mesmo, eu normalmente jogo com oque o grupo precisa, então nesse caso postarei aqui alguns personagens, caso o grupo precise mais de algum deles eu pego o mesmo, eu obvio tenho as minhas preferencias, mas eu acho que eu pegar algo que eu tenha menos vontade de jogar, mas ainda vá me divertir em pro de um bom andamento na mesa eu faço esse “sacrifício”(que não será um sacrifico, pois eu dificilmente não me divertirei jogando xD), eu vou botar 4 personagens com as historias reduzidas para caber aqui e você não ficar uma hora lendo historia atoa, então aqui vai.

Sexo: Paladino (Masculino) Monge (Feminino) Ranger (Masculino) Bardo (Feminino)

Idade: Paladino (45) Monge (117) Ranger (204) Bardo (20)

Raça: Paladino (meio elfo) Monge (elfo da floresta) Ranger (elfo da floresta) Bardo (meio elfo)

Classe: Paladino, Monge, Ranger, Bardo

Alinhamento: Paladino (leal e bom) Monge( Caótico e bom) Ranger (Leal e bom) Bardo (Caótico e bom)

Personalidade: Paladino (cabeça quente com injustiças, burro como uma pedra mas com um coração de ouro que seria capaz de se sacrificar pelo bem alheio, ou seja vai morrer rápido xD)
Monge (Por ter perdido a seu monastério que era mais do que a sua família, ela tende a ser muito agressiva e demorada a confiar, porem quando confia em alguém ela confia a nível de se matar pela pessoa) Ranger (prefere os animais as pessoas convencionais do mundo, mas não e por isso que ele as odeia, ele só se sente mais confortável com os seres das florestas do que com as maravilhas tecnológicas que esse mundo medieval tem a oferecer, talvez isso seja pelo fato dos seus pais adotivos terem morrido para proteger a floresta, eles eram druidas mas ele não conseguiu aprender o caminho druídico antes deles morrerem, fazendo assim o caminho do Ranger ser mais fácil para ele) Bardo (ela que apenas provar o seu valor, criar uma balada que será lembrada pelas tavernas desse mundo, e ela que estar em quase todas as musicas que ela compor, fazendo assim a vida de aventureiro ser a melhor coisa que ela poderia escolher, ela fugiu de casa pois os seus pais não aprovavam essa vida artística que ela queria ter)

Afiliações: Paladino (por ser um paladino de thorm, como a maioria ele tem ligação direta coma ordem da manopla, Monge (Ela meio que perdeu o seu monastério pra um ataque de ladrões, e ela e uma outlander então… e ne. não tem muito oque se conhecer sendo um forasteiro xD) Ranger ( Ele meio que viveu na the high forest, então ele conhece algumas vilas de lá mas… nada além xD) Bardo ( ela meio que fugiu de casa, mas os pais dela ainda a amam, e tbm e só isso)
PS: desculpe as poucas afiliações, e que como eu já deixo as historias prontas, caso eu va jogar em algum mundo que seja diferente do pq as historias foram criadas eu normalmente deixo elas meio vazias em questão de locais e tals, mas se você fizer questão a gente pode sentar e conversar algumas afiliações e tals '-

Adventure Hook: Paladino (ele pode estar indo para lá simplesmente por que acredita que essas criaturas vis que estão atormentando os inocentes precisam ser erradicadas!) Monge (pelo monastério dela ter sido erradicado por bandidos, ela tem uma alta raiva contra o mal, e por isso fara de tudo para erradica-lo, PS: desculpe ela não ter uma boa motivação, e pq eu não achei um jeito melhor de encaixa-la) Ranger (Ele acredita que essas bestas estão manchando a imagem do mundo, e botando em risco as florestas do mesmo, então ele simplesmente não pode aceitar isso de bom grado, ele precisa erradica-las antes que elas cheguem a floresta) Bardo (E uma oportunidade de ouro!, ela simplesmente não pode deixar isso passar, imagine! uma musica sobre um grupo de aventureiros que possivelmente salvou o mundo, quanto draga e ação essa balada não teria?, e bom de mais para se deixar passar, e ainda de bônus ela salva pessoas inocentes?, parece ate um agrado dos deuses para com ela)

Considerações finais: Obrigado pelo o seu tempo, eu realmente gostaria muito mesmo de jogar essa sua mesa, já que ela encaixa bem de mais no meu horário livre de sábado, e eu também gostei muito do intuito da sua campanha, eu reparei que na sua lore o cristianismo foi fundado e tals, saiba que o meu paladino pode mudar numa boa a lore dele para caber na sua campanha, assim como todos os meus personagens, as historias podem ser mutáveis conforme a necessidade e a vontade do GM, no mais agradeço pelo seu tempo, eu realmente espero entrar na sua mesa, e fique com deus (ou qualquer entidade maior que você acredite xD)

1 Like

Olá,

Tenho 17 anos
Conheço as regras da 5ºedição
Jogo a alguns meses como DM

  • Masculino
  • 30
  • Tiefling
  • Ladino
  • Caótico Neutro
  • Calmo, frio e estratégico, não confia muito fácil nas pessoas mas é super protetor daqueles que conseguem entrar em seu coração.
  • Ele é conhecido por algumas ganges criminosas mas tenta não se envolver muito com elas a não ser que esteja precisando de dinheiro, dai ele faz alguns trabalhos.
  • Salazar era o filho de uma prostituta, Helen, ela o amava muito e fez tudo o que pôde para dar-lhe o melhor. No entanto, Salazar não era burro, ele sabia que sua mãe estava ficando cansada do trabalho, então ele decidiu ajudar da maneira que ele podia, em outras palavras, ele começou a roubar. A cidade em que eles moravam não era muito respeitosa com os tieflings, então quando o menino voltou para casa com algumas carteiras, a mãe não se importou de onde o dinheiro tinha vindo. Passado alguns anos, Salazar refinou suas habilidades, o que chamou a atenção do líder de uma gangue, Krid, que o acolheu e ensinou o menino a sobreviver nas ruas. Quando Helen descobriu que seu filho estava em uma das piores gangues da cidade, ela implorou que ele saisse, mas ele não o fez. Até o dia em que o líder lhe disse que tinha dois dias para se despedir de sua mãe e deixar a cidade com ele. Salazar adorava fazer parte da gangue, mas ele nunca deixaria sua mãe para traz, então disse a Krid que ele não iria. O líder se encheu de raiva, foi até a casa do garoto e o fez assistir enquanto ele matava sua mãe. Sentindo culpa, vergonha e sozinho Salazar fugiu o mais longe que pôde, com um desejo de se tornar mais forte para vingar sua mãe. Desbravar Albigard seria o jeito perfeito para ele ficar mais forte.
  • Sou maior de dezesseis anos (17)
  • Conheço as regras do sistema de D&D 5ª Edição
  • Há quanto tempo você joga RPG: Um pouco mais de 6 meses.

  • Masculino

  • 35 Anos

  • Half-Elf ou Yuan-Ti Pureblood

  • Classe: Raven Queen Warlock

  • Alinhamento: Caótico Neutro

  • Personalidade: Curioso, calmo e calculista, não tem problemas em relacionar com pessoas embora nunca teve fortes laços de amizade…

  • Afiliações: Ele é conhecido por alguns estudiosos por seus estudos em Magias Sobrenaturais e Estudos sobre Morte-Vida (Necromancia).

  • Adventure Hook:O que motiva o seu personagem a desbravar os mistérios de Albigard?
    -Ele é motivado pelo estudo do desconhecido, mistérios e coisas de cunho sobrenatural. Creio que se Albigard atende esses pontos, ele seria fortemente tentado a desbravar este lugar.

  • Tenho 16 anos.

  • Conheço as regras básicas do D&D 5e.

  • Jogo a + ou - 1 ano.

Nome: Theravāda (Ainda sendo escolhido)

Sexo: Masculino

Idade: 45

Raça: Elfo da floresta ou Golias

Classe: Monge (Mestre Bêbado)

Alinhamento: Caótico Neutro

Personalidade: Calmo, raramente ele fica irritado. Tem um fraco para bebidas e ele é meio desajeitado com as pessoas.

Afiliações: Ele é conhecido pelos mais novos como um monge assassino. Mas os mais antigos o reconhecem como um grande guerreiro que em seu ápice derrotaria um exercito sozinho.

Adventure Hook: Theravāda quando criança foi deixado na porta do monastério. Desde pequeno foi treinado no Estilo Kensei, mas cabou se desviando para o caminho do mestre bêbado. Ele era tão bom que virou um dos mestres do monastério.
Theravāda tinha um aluno muito bom, Ye Qiu, mas ele tinha muita sede por poder, um dia Ye Qiu pediu para seu mestre para ensina-lo um dos golpes proibidos do monastério mas Theravāda recusou. Furioso Ye Qiu atacou seu mestre, mas para se defender Theravāda acabou matando seu aluno.
Como não tinha ninguém presenciando aquele momento, Theravāda foi acusado de assassinato e expulso do monastério. Daquele dia em diante ele foi em busca de uma forma de ser perdoado pelo seu “crime”.

Olá caros aventureiros, tudo bem? Eu agradeço pelas inscrições, eu li todas as histórias e fichas que você me mandaram, e eu admito que elas eram muito boas. Entretanto eu só poderia escolher dois jogadores que são: @Fa_de_rpg e @Homem_Batman.

Para quem não passou na seleção, não deixe de se inscrever em outras mesas, pois haverá novas oportunidades para vocês jogarem. Caso vocês queiram salvar as suas fichas eu sugiro vocês colocarem ela no Dungeon Vault #vault , pois elas ficarão salvas para vocês utilizarem em outras aventuras.

Por favor @staff vocês podem fechar o tópico, pois eu já possuo uma mesa na Dungeon.

1 Like

This topic was automatically closed 60 minutes after the last reply. New replies are no longer allowed.