Campanha Curta - Viajem por Wildemount

Usando o mundo criado por Matthew Mercer chamado de Exandria irei mestrar uma campanha curta de aproximadamente 8 sessões. O número pode variar, mantenha isso em mente ao considerar sua participação.

Não existe a necessidade de você conhecer o mundo ou até mesmo ter assistido Critical Role, estou somente usando o mundo como ponto de referência para facilitar o meu lado do jogo.

Se você tiver interesse em participar dessa mesa, leia com atenção o resto do post e responda de acordo, e se tiver dúvida, você pode incluí-las em sua resposta.

Informações Gerais:

Sistema: DnD 5e
Plataformas: Roll20 e Discord
Requisitos: Microfone, 18 anos+
Dia e Horário: Domingos às 19:00 horas
Duração: De 3 a 4 horas
Periodicidade: Semanal
Número de vagas: 4
Critério de seleção: Personagem

Introdução à campanha:

O ano é 836 P.D. e a guerra entre o Império Dwendaliano e a Dinastia Kryn deixam todos no limite, o recente ataque da dinastia à capital do império, Rexxentrum, destruiu a falsa segurança que os moradores do império tinham até o momento, enquanto isso na dinastia a esperança de vitória cresce entre seus membros.

Mas o tempo de guerra cria oportunidades inesperadas. Trabalho mercenário está em alta e o pagamento está melhor do que nunca. Ferreiros e Encantadores estão vendendo mais do que conseguem repor em estoque. E trabalho contrabandista nunca foi tão requisitado para retirar ricos e riquezas das cidades grandes.

E claro existem também os que vivem na Concórdia de Clóvis, que ficam praticamente desafetados pelos acontecimentos da guerra, e os que vivem nas terras selvagens cinzentas que usam esse tempo de pouca supervisão para seguir com seus planos pessoais.

Mas mesmo assim, aventureiros de todo o continente ainda viajam pelas estradas procurando por riquezas e experiências espetaculares. E é aí que você se encaixa.

Você recentemente se juntou à um grupo de mercenários de Zadash chamado Linha de Prata, o recrutamento ficou muito mais acessível logo que a guerra praticamente exaustou as forças da companhia, e o treinamento praticamente inexistente foi acompanhando de uma notícia muito repentina de uma expedição que você foi convocado à participar.

Um cliente muito rico contratou a companhia para fazer uma expedição de reconhecimento às ruínas de Draconia, e como o número de membros disponíveis está muito reduzido, você e todos os capazes de andar e carregar uma mochila foram chamados. Com uma viagem enorme à sua frente e um trabalho completamente interessante em sua primeira aventura, somente os deuses sabem o que você irá enfrentar.

Expectativas do mestre:

  • Durante a campanha, eu espero conseguirmos realizar uma aventura de dificuldade média a difícil, onde todos os participantes consigam se divertir.
  • Todos presentes devem respeitar os outros jogadores para podermos criar um ambiente seguro para todos podermos jogar livres.
  • Jogadores e mestre devem fazer o máximo para conseguirem participar em todas as sessões combinadas.
  • Em caso de jogadores iniciantes, os mais experientes devem se tornar disponíveis para auxiliar e guia-lo para mantermos um ritmo de jogo interessante para todos.
  • Integração no role play é 100% incentivada mesmo em situações onde ele é menos esperado.

Processo de Inscrição:

Responda esse post com o seguinte:
Ideia geral de personagem;
Seu nome;
Sua idade;
Experiência com rpg;

F.A.Q.:

Q.: Sou iniciante, posso me inscrever?
R.: Sim!

Q.: Quero jogar com UA, posso?
R.: Não.

Q.: Quero conhecer melhor o mundo de Exandria para criar meu personagem, posso te fazer perguntas?
R.: Sim, mas aqui você pode ler sobre o continente onde passará a historia: https://criticalrole.fandom.com/wiki/Wildemount

Q.: Quero criar uma história super fodastica, podemos conversar sobre?
R.: Claro, mas crie uma ideia de personagem antes, podemos evoluir e modificar a partir dela.

6 Likes

Seu nome; Rafael, o nome mais comum do Brasil
Sua idade; tenho 36 anos
Experiência com rpg; jogo desde criança. joguei minha vida inteira com exceção de um buraco de 6 anos que fiquei sem jogar quando saí do Brasil e não conhecia ninguém que jogasse. Jogo 5e desde que saiu em 2014.
Ideia geral de personagem; já joguei com todas as classes. estou pensando em fazer ranger mas também faz tempo que não jogo de druida. consideraria também bárbaro já que a mesa que eu estava jogando de bárbaro fechou. também curtiria artificer. mas posso funcionar como coringa também, escolhendo uma classe depois que o pessoal já escolheu. só não jogaria com classes que já estou jogando no momento e essas são clérigo, guerreiro, monge e paladino. tenho mais de 30 personagens feitos, pode contar comigo pra chegar com um bacana.

extra: esse domingo vou ficar sabendo se realmente vou poder jogar nesse horário. estou esperando uma confirmação e vão me dizer domingo. ficando livre, me comprometo e não falto nunca porque esse horário pra mim é perfeito.

perguntinhas: que nível começa?
usamos roll20?

Seu nome: Luis
Sua idade: 26
Experiência com rpg: Jogo desde 2010 aproximadamente. Comecei mestrando D&D4e. Já passei por D&D5e, Starfinder, Gurps, Masks e D20 System. Mestrei algumas campanhas longas e joguei algumas campanhas curtas. To saindo de um tempo que tinha parado de jogar por falta de grupo. No geral, conheço razoavelmente as regras do D&D5e, me voluntario para ajudar qualquer iniciante e meu microfone funciona bem. Meu maior problema (já admito) é o Roll20, eu tenho um pouco de dificuldade de usar aquela coisa. Mas só vamos, eu tenho que aprender!
Ideia geral de personagem: Eu penso em jogar com um poeta! Um artista que caiu na miséria e viu na Linha de Prata uma oportunidade para ganhar dinheiro e inspiração. Provavelmente um Bruxo, que ganhou poderes em trocas de servir ao seu patrono espalhando sua influência através de seus textos.
Dependendo do grupo posso mudar para Ladino, Bárbaro ou Guerreiro (minha classe favorita).

Ideia geral de personagem; Gostaria de jogar com um clérigo velho e bondoso, sem combos mirabolantes apenas um conceito simples e um personagem focado no roleplay em grupo.
Seu nome; Ismael
Sua idade; 23
Experiência com rpg; Jogo desde os 13 anos, comecei com o Ad&d, gosto e interpreto sempre com um ideal Oldschool. Hoje em dia eu testo sistemas novos frequentemente e gosto de participar de oneshots pela internet.

Ideia geral de personagem; Tenho interesse em participar também, com uma classe mais simples, possivelmente um Druida, que acredito ter mais afinidade. Imagino um personagem que não tem costume de se socializar frequentemente, que por alguma grande exceção, teve que se afastar de suas terras e ir até a cidade em busca de ajuda.

Seu nome; Tiago

Sua idade; 32

Experiência com rpg; Não tem experiência alguma com D&D, boa parte das mesas que participei eram ligadas ao mundo das trevas, Vampiro, Lobisomem entre outros. Também participei de algumas mesas adaptadas do 3D&T. Estou parada a algum tempo, mas quero voltar , achei esse horário da narrativa perfeito.

nivel 1 ou 2, será decidido na sessão 0 e sim, usaremos roll20

Reginaldo Fagulhâmbar é um gnomo de uns 37 anos e que morou a vida toda em Hupperdook.

Sempre ajudou seus pais no negócio da família, e apesar de ter aprendido os ofícios familiares, sempre foi apaixonado por livros, por aprender e pelo conhecimento incomum.

Desde que se tornou maduro o suficiente para beber, Reggie, como é conhecido pelos amigos e familiares, sempre passou o seu tempo livre estudando os tomos e pergaminhos em que conseguia pôr as mãos.
Por causa disso, acabou crescendo um pouco distante de todo o furor jovem, sempre com a cabeça em seus livros e nas histórias que lia nas páginas amareladas.

Após ter uma experiência positiva escrevendo, e sentindo um pouco do gostinho de ser um autor famoso (o livreto que escreveu, à pedido de seu pai, vendeu todas as 30 cópias que seu pai encomendou dos copistas) decidiu que perseguiria aquilo como profissão: iria se tornar um pesquisador, um escritor, um explorador; Iria desbravar o desconhecido e escrever sobre, teria o seu nome reconhecido nas livrarias e bibliotecas mais famosas de todo o mundo.

Decidido a perseguir esse sonho, ele juntou suas coisas, comprou suprimentos para a viagem e para escrever seu primeiro rascunho, e começou a sua jornada.

Temendo a guerra com os Crick, mas confiando no Rei para manter o Império seguro, Reggie resolveu que Zadash seria o ponto inicial de sua jornada.
Por azar do destino, Reggie e a comitiva que ele acompanhava foram atacados por bandidos, e ele teve a maioria de suas economias roubadas.

Sem opções e sem dinheiro para adquirir livros novos, Reggie teve que se alistar aos Linha de Prata, e agora só os deuses sabem o que o futuro lhe reserva.

Nome: Fabiano
Idade: 24
Exp: Jogo desde 2016, ja tendo mestrado uma campanha e alguns one shot. Andei um tempo sem conseguir jogar nos últimos meses, mas o horário em domingo me parece bom.

P.s. Caso um mago não caiba no grupo, eu tenho uma ideia bem legal pra um ladino, qualquer coisa é só dizer.

Ideia geral de personagem: Gosto de ler sobre a história onde o mundo se passa para montar o background do personagem, mas pretendo criar um mago, e como uma introdução de sua história, posso dizer que Médvi é um humano mago que anseia por poder como qualquer outro, mas que acima de tudo pretende superar sua irmã mais velha, o orgulho da família. Embora sua irmã já seja uma poderosa maga com fama que alcança até reinos mais distantes, Médvi sem fama, dinheiro ou experiência, se junta a Linha de prata, um grupo de mercenário local. Por sorte, assim que realizou sua inscrição, recebeu sua primeira missão: Uma expedição as ruínas de Draconia (não lhe traria nenhum grande reconhecimento ou glória, mas serviria como pontapé inicial em sua jornada).

Seu nome: Alan

Sua idade: 25

Experiência com rpg: Comecei a me envolver com o RPG em 2016 ao reunir um grupo de amigos sem experiência nenhuma e formar uma mesa presencial. De lá para cá consegui melhorar o meu conhecimento sobre o D&D5, chegando a mestrar presencialmente e jogar algumas mesas online. Por motivos pessoais tive que me afastar do RPG no ano passado, mas pretendo voltar firme agora.

Ideia geral de personagem; Um Clérigo que falhou em ser clérigo e se tornou mago enquanto tentava fingir que era clérigo.
"o dom concebido pelas divindades aos clerigos, nao foi concedido a ele.
Receioso de que fosse expulso, tendo em vista que apenas clerigos ascendiam na vida politica do templo, Jack procurou formas de resolver seu problema. Foi assim que iniciou os estudos a magia em seu tempo livre.
Descobriu ter certa facilidade com o aprendizado, principalmente com a ajuda de um velho bibliotecario da cidade, que sempre lhe dava valiosas dicas (jack desconfia que ele seja um mago, mas o velho sempre nega).
Sendo assim, aprendeu as magias que eram compartilhadas entre magos e clerigos, e conseguiu disfarcar por algum tempo. "
Wizzard -> Background Acolyte
Seu nome; Jack
Sua idade; 28
Experiência com rpg; Jogo a 2 anos.

Olá pessoas, seleção será finalizada dia 21/02.

Ideia de personagem: um monge bêbado. Ele sempre bebia e vagava pela cidade e um lugar onde sempre achava conforto era no monastério e na bondade dos monges que sempre o acolhiam e davam comida.
Ele ficou muito próximo de um dos monges que treinavam os mais jovens em combate e, muitas vezes enquanto ainda estava sobre o efeito do álcool, assistiu a algumas aulas mestradas por esse monge.
Nome: Ana
Idade: 30
Experiência: jogo a + ou - 5 anos, e tenho também (pouca) experiencia como mestre.