As Crônicas de Albigard: As Areias do Deserto

Olá a todos aqui da Dungeon, hoje eu volto aqui para abrir vagas para a mesa de D&D 5e em um universo próprio! Pois então eu vou passar a história para vocês para que todos possam se ir criando os seus personagens.

Em uma terra assolada por anos de guerras contra o Império de Cultistas conhecidos como os Ketzer, o recém formado Reino de Albigard agora vive seus anos de paz e está se estabelecendo no território que antes era dominado por demônios, diabos e seus cultistas.
Porém nem todos os antigos inimigos Ketzer foram destruídos, alguns ainda andam pela terra vagando pelas sombras da escuridão, aguardando uma chance de voltar a dominar o mundo.
E nesse contexto de construção de um mundo novo livre do culto a deuses, diabos e demônios a Igreja Cristã luta para destruir as crendices sombrias que assolaram as terras de Albigard por tantos anos, somado a isso a própria população antes oprimida levantou uma Inquisição popular como forma de lutar contra esses males, mesmo a Igreja e o Governo do Reino não dando muito apoio a esse movimento.
Nesse contexto, um grupo de aventureiros já experientes e que já participaram de algumas missões juntos é chamado por essas três instituições para caçar e eliminar os inimigos da paz e da ordem, que estão arquitetando um plano de reaver o seu império maligno.
No entanto no caminho para o Arquipélago das Ilhas Desérticas onde o grupo iria lutar ajudar o Reino de Albigard, a Inquisição e a Igreja a lutar contra esse mal, o navio de vocês naufraga em uma das ilhas desse arquipélago e agora vocês estão perdidos, sem muitos recursos e abandonados a própria sorte…

Gostou dessa histórinha? Quer participar dessa mesa? Então atente-se as regras para você desfrutar dessa aventura de RPG.

  • Primeiramente, você DEVE SABER

    • Ter conhecimento mínimo das regras de D&D 5E
    • Ser maior de 16 anos
    • Se comprometer a mesa e não faltar nos dias em que ela ocorrer
    • Saber que o seu personagem estará no NÍVEL 8
    • Deixar o seu Nick do Discord para eu entrar em contato com você caso você seja escolhido
    • Saber que a mesa ocorrerá a cada duas semanas nas sextas feiras ás 20h.
  • E para você ser aceito na mesa, o seu pedido deve conter!

    • O nome do Personagem
    • A Raça
    • O Sexo do Personagem
    • A História dele completa até aquele momento
    • A Classe
    • E o que o seu personagem quer fazer, o que ele deseja? Seus Objetivos? Enfim o gancho que faz o seu personagem querer explorar o mundo.

Se você cumprir todos os objetivos desse pedido, saiba que você estará a alguns passos de ser escolhido como um membro da mesa, e caso isso ocorra saiba que eu vou usar o seu NICK do DISCORD para entrar em contato com você.

De tudo mais eu agradeço a participação de todos e saiba que eu aguardo ansiosamente as suas histórias e personagens.

6 Likes

Uriel - O Cruzado

Nick do discord: Eddard <-- Clique para revelar

Introdução

Apagar as chamas da esperança

Templar elite Knight

Haviam muitos inimigos dentro da sala, mas não importava, ninguém fazia nada, apenas olhavam para ele com medo, incapazes de ajudar uns aos outros ou de acertarem um único ataque no meio-elfo, tudo o que podiam fazer era desistir ou serem golpeados por sua alabarda. Aos poucos, os cultistas foram derrotados ou se renderam, em uma tentativa desesperada de manter as próprias vidas. Ao se aproximar dos reféns que estavam encolhidos no fundo da sala, cobrindo os seus rostos e rezando para A Virgem para que não fossem os próximos, o cruzado estendeu a mão á eles: “Não tenham medo! A paz de Nosso Senhor estejam convosco!”

Uriel Jackes é u meio-elfo paladino que segue o juramento da conquista, ele é um leigo cristão mas um guerreiro que jurou defender o povo de Deus e derrotar os seus inimigos. Esse aventureiro em um momento esta trocando cartas com sua mãe que ficou em casa, escrevendo orações nas mensagens e, em outro momento, esmagando as esperanças de sucesso daqueles que ousam profanar O Criador com seus atos deploráveis.

Visão Geral

Regra do punho de ferrro

Medalha de são Miguel

Nome

Uriel Jackes

Raça

Meio-elfo

Classe

Paladino - Oath of Conquest

Sexo

Masculino

História

Força acima de tudo

História/Background

Filho de um casal de meio-elfos fazendeiros, meu pai viajava periodicamente para vender o que a propriedade produzia para as grandes cidades, essas viagens que duravam dias. Quando tinha 16 anos, a guerra contra os Ketzer ficou entre o caminho do meu pai e casa, ele não voltou. Por isso me alistei as forças do rei com esperança de encontrar e trazer o meu pai de volta.
Em uma das batalhas contra o culto e seus corruptores, eu vi uma cena que o mudou para sempre: Nossas tropas acumulavam incontáveis baixas pelos Ketzer e a batalha parecia não ter mais esperanças. Chegou, então, os reforços da igreja, uma luz radiante trazido pelo clérigo que liderava a cavalaria parecia fazer todo o céu se movimentar em socorro do povo de Deus. Tamanho era o poder divino que aterrorizou a maior parte dos corruptores fazendo-os fujir, os poucos que ficaram foram facilmente derrotados.
Eles trouxeram mais do que energia radiante para o campo de batlalha, os cristãos mostraram ao corruptores a certeza da vitória de Cristo sobre o mal, o sinal de que esses demônios foram derrotados no momento em que a Santa Cruz foi erguida, desmanchando assim todas as esperanças de sucesso dos diabos e demônios. Essa reflexão me tomou de tal forma que após a guerra, me juntei a um seminário em busca do poder que Deus concede aos seus servos, essa luz poderia iluminar meu caminho e recuperar o meu pai de paradeiro ainda desconhecido.
Lá, o bispo me mostrou que eu tenho um talento natural para assumir o papel de paladino por causa da minha raça e que, com o poder de Deus, sou é capaz de ajuda-Lo á combater os hereges que ainda habitam essas terras. Assim, inspirado pela cena que o fez procurar os cristãos, assumi o Juramento da Conquista.

Objetivos (adventure hook)

Viajo pelo continente em missões enviado pela igreja, caçando membros dos Ketzer, levando A Palavra para onde ela falte e procurando pelo meu pai quando sobrar tempo. Recentemente porém, ouvi rumores que ele poderia estar entre um grupo de refugiados que sairam da cidade onde ele foi visto por ultimo durante a guerra em direção ao Arquipélago das Ilhas Desérticas, vou em direção de lá a procura dele.

Nêmesis

Um paladino que treinou comigo no seminario era o meu rival, ele foi corrompido pelos cultistas quebrando o seu juramento e me culpa por isso, minha fúria contra os cultistas o contaminou, fazendo-o agir contra inocentes para atingir o culto, concluiu que o código moral da igreja o limitava de agir contra o culto então a abandonou. Ele me vê como um tolo por manter meus valores e quer que eu também largue a minha fé, ele tenta usar meu ódio para me manipular e agir contra minha moral. Não caço ele ativamente, mas se encontra-lo, tenho a intenção de captura-lo e leva-lo a julgamento

Mãe

Semanalmente troco cartas com minha mãe que ficou em casa administrando a fazenda. Procuro saber se meu pai já retornou, ela sempre pergunta do meu estado e trocamos orações pelas cartas. Ela sabe que tenho dificuldades de controlar meu temperamento e tem medo que isso me leve a fazer coisas ruins, ela me aconselha a encontrar maneiras de evitar essas situações e agir com misericórdia. Não a vejo desde que me tornei paladino.

This topic was automatically closed 7 days after the last reply. New replies are no longer allowed.