A Maldição de Strahd

Sob violentas nuvens de tempestade, a silhueta do vampiro conde Strahd von Zarovich é vista nas antigas muralhas do Castelo Ravenloft. Trovões martelam as torres decadentes do local. O vento uivante aumenta quando seu olhar recai na vila de Barovia. Um relâmpago atravessa a escuridão, mas Strahd se foi. Apenas o som arrepiante do vento preenche o ar da meia-noite. O mestre do Castelo Ravenloft está esperando os hóspedes para jantar - e você está convidado.


Olá, me chamo Lucas e convido você a participar desta campanha maravilhosa chamada Curse of Strahd. Jogaremos quinzenalmente aos domingos, das 20:30 às 23:30. Começamos em 6 de janeiro.

Procuro 5 jogadores com mais de 18 anos, minimamente maduros, novatos ou não, que tenham comprometimento, um microfone e internet decentes e se interessem por aventuras góticas.

Começaremos no nível 2. São permitidos todos os conteúdos oficiais lançados para a 5ª edição, menos as raças com deslocamento de voo e todo o conteúdo de Wayfinder’s Guide to Eberron e Guildmasters’ Guide to Ravnica. Podem usar o ranger revisado. Multiclasse e humano variante estão liberados. Utilizaremos o Roll20, ■■■■ e VTT Enhancement Suite, portanto tenha instalado estes dois últimos.

Vale lembrar que a aventura tem muita interpretação e os combates são em sua maioria mortais. Resolver tudo na porrada talvez não seja a melhor solução aqui. Esteja avisado.

EDIT: Gosto sempre de imaginar que estamos numa mesa redonda onde ninguém é melhor do que ninguém. No entanto, se eu perceber que está acontecendo algum tipo de discriminação ou encheção de saco descabida por parte de advogado de regras, serei obrigado a ativar o martelinho do fod@$& e banir a pessoa.


Nosso mundo de origem é Forgotten Realms. Clique abaixo para mais detalhes do gancho inicial da aventura.

Lobisomens em Vau da Adaga

Começamos na pequena cidade de Vau da Adaga, localizada na Costa da Espada. Nos últimos 6 meses, ela tem sido atacada inexplicavelmente por hordas de lobisomens, cujo foco é o sequestro de crianças. A milícia que guarda Vau da Adaga até agora não conseguiu resolver o caso e o Conselho das Guildas está pressionando a duquesa Morwen Daggerford para uma resolução imediata do problema, ao custo de ela ser deposta caso os ataques continuem.

Como a cidade é parte de uma rota comercial, os boatos já se espalharam pela Costa da Espada, principalmente em Águas Profundas e Portão de Baldur. Os comerciantes, sabendo do perigo iminente, começam a arrumar outras alternativas de viagem, afetando assim a economia de Vau da Adaga. Desesperada tanto por sua posição como pela segurança de seu povo, em especial de sua filha, a duquesa Morwen contratou secretamente uma “força tarefa” para perseguir e matar os lobisomens de uma vez por todas. A única pista que o grupo descobriu até agora é que as criaturas se refugiam em algum lugar na Floresta da Neblina, localizada próxima do assentamento.


Caso queira participar, deixe nos comentários:

Seu nome:
Sua idade:
Sua experiência com D&D:
Ideia de personagem:
Por que seu personagem está em Vau da Adaga?:
Uma carta de baralho com números (ex: ás de espadas, 10 de ouros, 5 de copas):
Uma carta de baralho com figuras (ex: Rainha de ouros, Valete de espadas, Curinga branco):

6 Likes

Seu nome: Rafael Petro
Sua idade: 35 anos
Sua experiência com D&D: estou jogando 5e desde que ela saiu há uns 5 anos atrás
Ideia de personagem: Honestamente meu personagem preferido é aquele que complementa os outros personagens do grupo. Por isso gosto de decidir minha classe por último (não sei se seria possível). Já tive a oportunidade de jogar com todas as classes do jogo, então não tem nenhuma, em específico, que eu esteja com desejo de fazer. Quero fazer aquele personagem que cobre exatamente algo que esteja faltando, pra aumentar nossas chances de ir bem no jogo.
Por que seu personagem está em Vau da Adaga?: (perdido?) no caso pensaria detalhes depois que minha ideia acima seja aceita.
Uma carta de baralho com números: (8 de diamantes):
Uma carta de baralho com figuras (rei de paus):

Extra: Domingo nesse horário é um dos poucos horários que tenho livre pra jogar. A mesa que eu estava domingos, fechou domingo passado, por isso, estou livre pra começar uma nova.

Seu nome: Gleison Sousa
Sua idade:27
Sua experiência com D&D: Conheço o sistema a uns 2 anos, e tenho jogado mais ativamento a um ano.
Ideia de personagem: Jack Tiro certo é um Ranger Humano que esta se especializando na caça de monstros. (Algo meio van helsing)
Caso precise balancear o grupo, posso jogar com outras classes. Inclusive Clérigo (minha preferida)
Por que seu personagem está em Vau da Adaga?:
Ao ouvir os boatos sobre lobisomens atacando a cidade Jack Tiro certo viu uma grande oportunidade de matar algumas criaturas malignas, fazer alguma grana, e adquirir conhecimento sobre tais monstros. Tudo aquilo que contribuiria para sua evolução como cacádor de monstros, em um unico lugar. Não pensou duas vezes antes de partir para Vau da Adaga.
Uma carta de baralho com números (ex: ás de espadas, 10 de ouros, 5 de copas): Ás de Espadas (Thee ace of spadesss!!! sdds motorhead)
Uma carta de baralho com figuras (ex: Rainha de ouros, Valete de espadas, Curinga branco): Valete de Ouros

Olá, Rafael. Para tudo na vida tem algo que nós mais gostamos. Apesar de saber que poderia contar com você para qualquer possibilidade, qual tipo de personagem te dá mais vontade de interpretar? Não precisa incluir raça nem classe, só um conceito que te agrada/agradou. Sds.

Seu nome: Amanda Silva
Sua idade: 17 anos. Apesar da restrição de idade bem clara, eu acredito que esse 1 ano não vá fazer muita diferença, já que me considero uma pessoa madura o suficiente para entrar na mesa e arcar com a responsabilidade de horários e etc .
Sua experiência com D&D: Eu conheço a sistema a um ano e passei a jogar tem alguns meses, por isso me considero novata no assunto, mas estou disposta a aprender.
Ideia de personagem: Uma ladina humana que faz negócios pela cidade sempre enganando viajantes e moradores a troco de moedas. Nasceu de uma família de ladinos, por isso não se preocupa muito com suas ações, seu lema é " entre no meu jogo e dance comigo, se não antes que veja estará sem sapatos! ". Raramente leva as coisas a sério, apostou e enganou várias pessoas pelo mundo por isso cultiva diversas inimizades, assim como admiração de pessoas de pose e tolos. Tendo certo reconhecimento no meio de charlatões.
Por que seu personagem está em Vau da Adaga?: Ouviu-se dizer que a cidade é repleta de riquezas além do forte comércio, seu interesse se resume a lucros e mais pessoas que possa defraudar.
Uma carta de baralho com números (ex: ás de espadas, 10 de ouros, 5 de copas): 5 de copas
Uma carta de baralho com figuras (ex: Rainha de ouros, Valete de espadas, Curinga branco): Rainha de copas

1 Like

Seu nome: Liam Scott
Sua idade: 25
Sua experiência com D&D: Já estudei bastante o livro da 5ª edição, participei de algumas mesas e presenciei diversas.
Ideia de personagem: Serei um Mago recentemente formado da academia de Magia, em busca de por em prática meus conhecimentos e procurando novas maneiras de aumentar meu poder, mesmo que sejam elas proibidas ou escusas.
Por que seu personagem está em Vau da Adaga? Estou em Vau da Adaga porque gosto de conhecer novos lugares, principalmente os mais misteriosos, místicos, que tenham muita história, lugares que escondam segredos ou relíquias… sou um desbravador, sempre atrás de coisas novas que possam contribuir para mim em diversos sentidos, seja aumentando meus poderes mágicos, ou elevando meu conhecimento sobre a realidade ou aperfeiçoando minhas capacidades físicas, ou até mesmo novas experiências carnais.
Uma carta de baralho com números (ex: ás de espadas, 10 de ouros, 5 de copas):
Ás de Espadas
Uma carta de baralho com figuras (ex: Rainha de ouros, Valete de espadas, Curinga branco):
Valete de Espadas

Seu nome: Felipe.

Sua idade: 18.

Sua experiência com D&D: Jogo desde a adolescência, mas voltei a jogar ativamente faz pouco tempo.

Ideia de personagem: Um druida de alinhamento bom, de raça indefinida por enquanto, criado por um outro druida que foi expulso da tribo em que vivia por manter contato com seres humanos, fato que era estritamente proibido devido aos dogmas antigos que seguiam. O personagem sempre manteve pouco contato com outras personas conforme crescia por conta do trauma do pai e é extremamente curioso a cerca do mundo, tendo passado boa parte da sua vida em meio aos animais e a flora, o que levou a aproveitar qualquer oportunidade que tivesse de sair da floresta.

Por que seu personagem está em Vau da Adaga?: A floresta em que vive tem sido constantemente alvo diversos mercadores que estão a utilizando como rota alternativa de viagem, tornando-a um dos principais alvos de interferência, desmatamento e caça. Decidido a tentar resolver a situação e aproveitando a chance de conhecer lugares novos, partiu para Vau de Ádaga; quem sabe os seus conhecimentos sobre fauna e flora não viesse à calhar para a situação.

Uma carta de baralho com números: 9 de paus.

Uma carta de baralho com figuras: Rei de copas.

Seu nome: Allan
Sua idade:32

Sua experiência com D&;D: Comecei jogando no AD&D quando ainda adolescente, quando saiu a 3,5 eu passei a jogar ele com um grupo maior. Fiquei alguns anos sem jogar e esse ano tetei voltar a jogar já no 5º edição, com uns amigos, mas a mesa não fluiu. Pesquisando na internet descobri que uma galera joga online através do Roll20, então agora espero conseguir voltar a jogar.

Ideia de personagem:Um meio-elfo feiticeiro, que não foi muito bem aceito pela parte da família élfica(parte de mãe). Foi criado pelo pai, que era um comerciante de preciosidades, e já tinha uma família antes de conhecer a minha mãe. Foi dado uma boa educação e tudo que o dinheiro poderia oferecer. Porém, devido ao seu trabalho estava sempre viajando, e assim eu ficava com sua esposa e seus filhos, preferindo então ficar maior parte do tempo rodando pela cidade e conhecendo novas pessoas,esperando uma oportunidade de desbravar o mundo e descobrir minha verdadeira essência.

Por que seu personagem está em Vau da Adaga?: Seu pai manteve residencia no Vale Profundo, pois achava o local bom para comercio e suas viagens, depois que ele veio a falecer não tinha mais motivos para permanecer por lá, tendo ouvido muitas histórias sobre o Vale da Adaga decidi partir para conhecer um pouco mais e saber a veracidade das mesmas.

Uma carta de baralho com números (ex: ás de espadas, 10 de ouros, 5 de copas): 9 de espadas.

Uma carta de baralho com figuras (ex: Rainha de ouros, Valete de espadas, Curinga branco): Rei de espadas.

Seu nome: Casé

Idade: 25 anos

Sua experiência com D&D: Jogo D&D 5e já faz uns 3 anos, mas apenas nos últimos 6 meses me tornei um jogador assíduo.

Idéia de personagem: Meu personagem é um Warlock Hexblade que trabalha como exorcista no continente de Faerûn… Filho de uma bruxa procurada com dupla personalidade e de um pai que ele jamais conheceu, dito apenas por suas “mães” ser uma entidade dracônica muito antiga, Void teve uma infância difícil, onde foi forçado a treinar arduamente para se tornar um guerreiro implacável… Ele tinha todas as razões para se tornar alguém frio quando crescesse, mas algo o fez se agarrar com seu lado humano e este “algo” era sua irmã mais nova a quem ele tinha muito apreço… No entanto, sua irmã desapareceu à anos atrás e Void chegando a sua maioridade, decidiu entrar em uma empreitada para encontrá-la, situação esta que o deixou mais desgostoso com sua mãe que lhe recusou a ajuda-lo…

Por que seu personagem está em Vau da Adaga? Através de seus contatos, que inclue alguns agentes dos Harpistas e um amigo comerciante trambiqueiro, Void Lancaster descobriu que sua irmã esta em uma busca incessante por poder que à esta corrompendo pouco à pouco. Ela aparentemente é alguém difícil de rastrear até mesmo pelos Harpistas, mas sempre quando uma pista de sua localização é encontrada sempre há algum evento grande de necromancia ou ocultismo envolvido… Visto as estranhas atividades que estão ocorrendo em Val da Adaga, os contatos de Void acreditam que talvez ele encontre pistas dela por lá.

Cartas de Baralho: Às de Coração & Coringa Negro

Considerações finais: Infelizmente o horário de sua mesa não bate com a minha disponibilidade, no entanto, sempre quis me inscrever em uma mesa de Curse of Strahd… De qualquer forma, vou deixar a minha inscrição aqui para usar como base depois para criar um personagem no Vault :sweat_smile:

Seu nome: Sucimir Weng Junior
Sua idade:26
Sua experiência com D&D5: Conheço o sistema a uns 1 ano e jogo D&D5, jogo D&D 3.5 desde que tinha 18 mas esporadicamente.
Ideia de personagem: Alderion é um Paladino Humano que busca expurgar o mal e proteger os fracos e oprimidos, ele se veio a se tornar paladino recentemente com 22 anos, ele lembra até hoje de como que um paladino mascarado lutou salvando de um demônio assustador na região de Sembia quando pequeno.
Caso seja necessário balancear o grupo posso jogar de guerreiro ou Druida
Por que seu personagem está em Vau da Adaga?:
Ao ouvir os boatos sobre Vampiros atacando a cidades se sentiu no dever de proteger o povo e expurgar o mal que assombra o Vau da Adaga assim, vislumbrou a oportunidade de salvar pessoas e talvez encontrar o paladino mascarado, o personagem não deseja dinheiro luxo ou riqueza apenas proteger e expurgar o mal, hoje serve como paladino para os principais Templos da Região. Carta de baralho com numero 7 de copas; carta de baralho com figuras coringa branco. Proteger os fracos e acender a fé é o meu lema.

Aleluia uma mesa no DOMINGO ! <3
Salve tamu gostei muito do pressuposto da aventura gostei da questao de combater mortais
e nem sempre resolver tudo no combate

estou me inscrevendoooo

FICHA DE INSCRIÇÃO

Seu nome: Rafael
Sua idade: 27 anos
Sua experiência com D&D: Uma experiencia consideravel.
Ideia de personagem: Hubao é um homem q sempre viveu no meio do mato e sempre foi meio anti-social acustumado a ficar com animais sempre teve um vinculo muito forte com a natureza. Orfao desde os 7 anos foi criado por um druida da floresta ate q quando ele fez seus 22 anos o druida amigo e mentor dele morre. A partir de entao ele viveu sozinho com os animais e muito pouco se relacionava com criaturas sociaveis. Ele gosta de tocar sua gaita é um eximio atirador com arcos e otimo caçador muito habilidoso em florestas.
Por que seu personagem está em Vau da Adaga?: Hubao mora em uma floresta proxima de Vau Adaga, 5 anos apos a morte de seu amigo Druida Hubao tranquilamente descansa e toca sua gaita, quando depois de um vento frio e cortante lhe traz um calafrio e em seguida uma horda de lobsomens de passagens destroi sua pequena casa na floresta e mata seus amigos animais principalmente seu melhor amigo lobo. uma furia desperta de dentro de Hubao e ele parte para Vau Adaga para descobrir qm era dono daqueles lobos q destruirao seu feliz lar.
Uma carta de baralho com números (ex: ás de espadas, 10 de ouros, 5 de copas): 3 de OURO
Uma carta de baralho com figuras (ex: Rainha de ouros, Valete de espadas, Curinga branco): REI de ESPADAS

vou deixar aqui duas ideias:

1 -guerreiro, meio-orc, filho de pais meio-orcs ex-aventureiros. virou discípulo e acompanha um antigo amigo de aventura de seus pais, que precisou sair da região por motivos políticos. (estaria em vau da adaga a pedido de seu mestre.

2 -toparia também fazer um humano variante, bardo (futuro colégio das espadas). excelente médico, apaixonado por música, saiu pelo mundo para viver a vida e oferecer seu talento com medicina à pessoas doentes.

to com mais vontade de jogar o 2, mas não me importaria de jogar o 1.
obviamente posso escrever melhor o bg depois

Obrigado pelas inscrições, pessoal. Tentei balancear tanto a idade como a experiência dos jogadores e a ideia dos personagens. Aos que não foram escolhidos, espero jogar com vocês em algum outro momento. Vlw.

@staff Os escolhidos foram: Chmieleski#2193 e anamarconato#8596 (inscrições pelo Roll20), @Gleison_Sousa, @Mandamendy e @IronHood

Começamos dia 06/01/19. A princípio, as sessões ocorrerão quinzenalmente aos domingos, das 20:30 às 23:30. A configuração é a padrão mesmo. Obrigado a todos, um ótimo 2019 e boas rolagens.

2 Likes

Olá @Lucassoufre!

Muito obrigado por seguir as instruções direitinho! We appreciate that! :)

Você pode confirmar se os dois jogadores escolhidos pelo Roll20 já estão no nosso servidor? Precisaremos disso para atribuir os cargos para eles.

Se você ainda não os convidou, você pode usar o convite oficial mesmo: https://dungeon.gg/discord

This topic was automatically closed 60 minutes after the last reply. New replies are no longer allowed.